LONDRINA E CSA -

Mozart terá retorno de atletas que estavam no departamento médico


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

O técnico Mozart, do CSA, terá alguns jogadores disponíveis contra o Londrina que estão retornando ao grupo depois de sofrerem lesões. O jogo deste sábado (18), no estádio do Café, reúne dois times que já não vencem há quatro jogos e precisam dos 3 pontos. Cristovam não jogava pela CSA desde o dia 30 de junho, quando sofreu uma torção no tornozelo esquerdo contra a Ponte Preta. Kevyn teve um estiramento muscular na coxa esquerda e não atua desde o dia 17 de julho, quando o time alagoano venceu o Operário, de Ponta Grossa. O meia Renato Cajá não jogou nas duas últimas partidas por conta de uma lesão de grau um no músculo posterior da coxa esquerda. Marquinhos está há três partidas sem atuar para se recuperar de dores na panturrilha esquerda. Todos eles já foram liberados pelo departamento médico e treinaram com bola.


 

Didira foi recontratado, mas não foi relacionado para o jogo contra o Londrina.
Didira foi recontratado, mas não foi relacionado para o jogo contra o Londrina. | Augusto Oliveira/CSA
 


Sem Dellatorre, o técnico Mozart deve escalar Marco Túlio, Bruno Mota e Iury Castilho. O grupo tem trabalhado bastante nos treinamentos desde que o treinador retornou ao clube, no fim de agosto. O volante Yuri, do CSA, afirmou que o novo treinador teve tempo para passar a forma dele jogar. “Eu não tinha trabalhado com ele antes. O time abraça a ideia dele de jogar. A gente só pensa em vencer os jogos e não temos alternativas a não ser trabalhar e quando chegar o jogo do Londrina faremos de tudo para ganhar”, destacou.


O meio-campista Geovane relatou que a semana de treinamentos foi muito boa. “O Mozart tem focado em algumas situações que precisam ser corrigidas visando o jogo de sábado contra o Londrina. O jogo que ganhamos por 1 a 0 aqui foi muito difícil. Imagino que lá não será diferente, mas nós temos que buscar pontos fora. O Londrina é uma equipe que está abaixo de nós na tabela, mas temos que respeitá-lo como a gente tem respeitado todas as equipes. Vamos lá para Londrina focados em vencer. Buscar esses três pontos será muito importante para nós”, declarou.


Na última quarta-feira (14) o CSA anunciou a contratação do meia Didira, de 33 anos. O nome dele apareceu oficialmente no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, e não há impedimentos para que ele jogue no sábado, mas a assessoria de imprensa do clube alagoano informou que o jogador não foi relacionado para essa partida. 


O Londrina, por sua vez, não terá o atacante Marcelinho, que foi expulso contra o Botafogo. César, que passou por artroscopia, segue em recuperação e também não joga. Logo após o jogo contra o Botafogo, Márcio Fernandes afirmou que há alguns jogadores subindo de produção, como Jean Henrique e Pedro Cacho e é possível que ele dê oportunidade para os dois contra o CSA para saírem jogando. 


A partida entre as duas equipes será no sábado (18), no estádio do Café, às 16h30. Em junho deste ano, no primeiro turno da Série B, o time alagoano venceu o Tubarão por 1 a 0, no estádio Rei Pelé. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo