Brasileiro -

Londrina quer fechar o ano e a série B de forma honrosa

Já rebaixado, LEC que ao menos terminar a temporada com uma vitória neste sábado diante do Guarani, no estádio do Café

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Se nos termos de pontuação a partida não vale nada, o Londrina quer ao menos terminar a sua participação na Série B de forma honrosa. O Tubarão recebe o Guarani, às 16h30, no sábado (30), no estádio do Café, pela última rodada do Brasileiro e busca uma vitória para apagar um pouco a vexatória campanha que levou o time de volta à Série C, após quatro anos.


Silvinho busca sua primeira vitória no LEC e já projeta time para 2020
Silvinho busca sua primeira vitória no LEC e já projeta time para 2020 | Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
 


"Temos que terminar bem e os jogadores sabem da importância da partida. É necessário levar a sério o jogo para que possamos encerrar dignamente a competição. Por isso, cobrei muito do elenco ao longo da semana", afirmou o técnico Silvinho Canuto.



  

Em 17º lugar, com 36 pontos, o Londrina pode até terminar na lanterna do Brasileiro, caso perca o jogo, e Vila Nova, Criciúma e São Bento somem pontos na última rodada. A meta, no entanto, é vencer para ficar na 17ª posição e torcer por um tropeço do Figueirense, que tem 40 pontos. O LEC projeta, em caso da diferença de pontos para o Figueira não ser superior a três, apelar para o tapetão em busca de uma punição ao time catarinense que teve um W.O. na Série B e evitar assim o rebaixamento. 


"Estamos preparados para enfrentar todas as situações neste jogo. A manifestação do torcedor pode ser contrária ou a favor. Esperamos que seja a favor, mas estamos preparados. Vamos entrar em campo e honrar a camisa do Londrina da melhor maneira possível", apontou Canuto, que ainda não venceu no comando do LEC após três partidas. 


Já de olho em 2020, o treinador alviceleste quer aproveitar esta última partida para utilizar uma base que ficará para o Campeonato Paranaense. Com a saída de vários jogadores ao longo da semana, o time será bem diferente em relação às últimas rodadas. Com isso, nomes como Victor Luiz, Matheus Bianqui, Danilo e Uelber deverão ter uma oportunidade para jogar. 


"Nosso pensamento é terminar bem o Brasileiro, fazer uma partida digna e ao mesmo tempo começar o planejamento para o próximo ano", comentou o lateral-direito Raí Ramos, que possui contrato com o clube e irá permanecer na próxima temporada. 


O meia Matheus Bianqui revelou a tristeza de todo o elenco pela queda para a Série C e garantiu que os erros cometidos servirão de aprendizado para um ano melhor em 2020. "Vamos terminar da melhor forma possível neste jogo com o Guarani porque o clube merece estar em uma condição melhor. E planejar para fazer uma bela temporada no ano que vem e recolocar o Londrina na série B", apontou. 


O Guarani também vem ao Café apenas para cumprir tabela e usará um time cheio de jogadores jovens. O Bugre terá quatro garotos revelados na base em ação, sendo dois estreantes: o goleiro Carlão e o zagueiro Pedro Moraes. A equipe de Campinas não briga pelo acesso e está em 13º, com 44 pontos. 


G4

Três times brigam na última rodada pelas duas vagas restantes para a Série A em 2020. Bragantino, campeão, e Sport já estão garantidos. Coritiba e América Mineiro dependem só de suas forças para subir. Com 63 pontos, o Coxa joga em Salvador diante do Vitória e garante o acesso com um empate. O Coelho, com 61 pontos, recebe o São Bento em Belo Horizonte e precisa vencer. Já o Atlético Goianiense, também com 61, tem que ganhar do Sport em Goiânia e torcer por tropeço de um dos dois concorrentes. Os três jogos começam às 16h30. 

Árbitro: Luiz Paulo de Moura Pinheiro (MT)

Estádio: do Café

Horário: 16h30

Londrina: César; Raí Ramos, Augusto, Lucas Costa e Victor Luiz. Anderson Leite, Néris e Matheus Bianqui. Danilo, Uelber e Paulinho Moccelin. Técnico: Silvinho Canuto

Guarani: Carlão; Bruno Souza, Pedro Moraes, Bruno Silva e Bidu. Marcelo, Felipe Guedes, Filipe Cirne e Bady. Lucas Crispim e Diego Cardoso. Técnico: Thiago Carpini

Saiba mais sobre o LEC


Continue lendo


Últimas notícias