O Londrina pode ter até quatro alterações para a partida contra o CRB no domingo (8) pela 16ª rodada da Série B. O time tem problemas de lesão e suspensão e poderá contar com duas estreias no estádio do Café.

O zagueiro Saimon deve ser uma das novidades do Londrina contra o CRB
O zagueiro Saimon deve ser uma das novidades do Londrina contra o CRB | Foto: Ricardo Chicarelli/LEC

O zagueiro Saimon, que já ficou no banco contra o Cruzeiro, tem a chance de jogar pela primeira vez com a camisa alviceleste. Com um sistema defensivo que tem falhado muito no Brasileiro, Augusto deve deixar o time para a entrada do reforço contratado do Vila Nova.

Outro que pode estrear é o atacante Marcelinho, que teve o seu retorno oficializado ao clube esta semana. O jogador já treina há duas semanas no CT e o contrato do atleta foi inscrito no BID da CBF. Assim, Marcelinho, que estava atuando em Portugal, já está regularizado e à disposição do técnico Márcio Fernandes.

Leia mais sobre o LEC

O treinador ainda convive com a ausência do centroavante Safira, suspenso com o terceiro cartão amarelo. O reserva imediato é Júnior Pirambu, já que Salatiel e Caprini ainda se recuperam de lesões.

Quem também não joga contra o CRB por estar machucado é o meia Marcelo Freitas. Com uma lesão na coxa, o jogador fica pelo menos 15 dias afastado dos gramados. A tendência é que Jean Henrique, que já o substituiu no Mineirão, seja o titular no lugar de Freitas.

Londrina e CRB se enfrentam em situações opostas no domingo, às 20h30. Enquanto o Tubarão tenta deixar a zona do rebaixamento, o time alagoano está colado no G4. O Alviceleste é o 17º, com 13 pontos, e o clube de Maceió é o quinto, com 25.

O LEC sustenta uma sequência de quatro jogos de invencibilidade - uma vitória e três empates - e o CRB tenta se recuperar após o empate na última rodada pela Série B em casa com o Ponte Preta e a eliminação na Copa do Brasil para o Fortaleza.

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link