|
  • Bitcoin 241.272
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3186
Londrina

Série B 5m de leitura Atualizado em 20/11/2021, 01:37

Londrina perde para o Vila Nova e depende de 'milagre' para não cair

Derrota por 2 a 1 em Goiânia mantém o Tubarão na zona do rebaixamento e sem depender de si para evitar a queda à Série C

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Londrina aumentou o seu drama na Série B e dependerá de um milagre na última rodada para não cair para a Série C. A derrota por 2 a 1 para o Vila Nova, noite de sexta-feira (19), em Goiânia, manteve o LEC na zona do rebaixamento e sem depender das suas forças para evitar a queda. 

Imagem ilustrativa da imagem Londrina perde para o Vila Nova e depende de 'milagre' para não cair
|  Foto: Heber Gomes/Agif/Folhapress)
 

Pela terceira vez nas últimas rodadas o Tubarão entrou em campo dependendo de uma vitória para sair da ZR, já que o Remo havia empatado com o Vasco por 2 a 2, em São Januário, e seria ultrapassado pelo Alviceleste em caso de vitória em Goiânia. 

Mas o Londrina tropeçou nas suas limitações e segue em 17º, com 41 pontos, um a menos que o time paraense. O LEC ainda pode perder a posição para o Vitória (18º, 40 pontos), que joga na segunda-feira (22) contra o CRB, em Maceió. Na última rodada, no dia 28, o Tubarão tentará o milagre para se manter na Série B diante do Vasco, no Café. Terá que vencer e torcer contra seus rivais diretos - o Remo recebe o Confiança; a Ponte Preta (15º, 43), que neste sábado enfrenta o time sergipano em Aracaju, vai encarar o Coritiba em Campinas; e o Vitória terá pela frente o Vila Nova em Salvador.  

O Londrina até começou bem o jogo e dominou os 20 minutos iniciais. Aos sete, Mossoró quase marcou. O chute, que tinha endereço, foi travado por Moacir dentro da grande área.

Aos poucos, no entanto, o Vila Nova foi ganhando espaço e terreno e o LEC cometendo erros infantis. Aos 36, após troca perigosa de passe na entrada da área, a bola foi recuada para o goleiro César, que não dominou e por pouco não tomou um frango.

O Londrina sentiu e o Vila resolveu o jogo em sete minutos. Aos 38, Diego Tavares ganhou do improvisado Matheus Bianqui e fez o cruzamento. Marcondes e Augusto não marcaram ninguém e Alesson mandou para a rede.

Atordoado, o Tubarão tomou o segundo aos 45. Felipe Vieira fez pênalti infantil no veterano Moacir. Penalidade bem marcada e bem cobrada por Arthur Rezende.

Com 12 minutos do segundo tempo, Márcio Fernandes colocou Caprini para jogar no lugar de Felipe Vieira e foi o atacante que criou as melhores chances. Aos 26, ele serviu Jhonny Lucas, que perdeu gol incrível. No lance seguinte, novo cruzamento de Caprini e Marcelinho descontou ao bater de pé esquerdo e recolocar o Tubarão no jogo.

O LEC pressionou e o treinador colocou em campo ainda o centroavante Salatiel e o meia Gegê. O Londrina terminou o jogo com um atacante na lateral-esquerda, dois meias e três atacantes. No sufoco, o Alviceleste criou chances com Marcelinho e Gegê, que parou no goleiro Georgemy. No fim, lamentação do LEC e festa do Vila Nova, que com 48 pontos se safou do rebaixamento. 

EM GOIÂNIA 

VILA NOVA 2

Georgemy; Moacir, Renato, Rafael Donato e Bruno Collaço; Pedro Bambu (Xandão), Dudu  (Kallyl) e Arthur Rezende; Alesson (Tiago Real), Diego Tavares (Alan Grafite) e Clayton (Rafael Silva). Técnico: Higo Magalhães

LONDRINA 1

César; Matheus Bianqui (Bidía), Marcondes, Augusto e Felipe Vieira (Caprini); João Paulo, Jhonny Lucas (Salatiel) e Mossoró; Roberto (Gegê), Zeca e Victor Daniel (Marcelinho). Técnico: Márcio Fernandes

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Local: estádio OBA

Gols: Alesson, aos 38, e Arthur Rezende, aos 45 minutos do primeiro tempo e Marcelinho, aos 27 minutos do segundo tempo

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM