|
  • Bitcoin 123.570
  • Dólar 5,1592
  • Euro 5,3165
Londrina

Estadual

m de leitura Atualizado em 18/03/2021, 00:10

Londrina não engrena no Paranaense

No seu segundo jogo como mandante, Tubarão só empatou com o Azuriz e segue sem vencer no Estadual

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 18 de março de 2021

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Londrina segue patinando no Campeonato Paranaense. Após o segundo jogo como mandante, o Tubarão ainda não venceu e vê crescer a insatisfação do torcedor neste início de temporada em relação ao desempenho da equipe. Na quarta-feira (17), no estádio dos Pássaros, ficou no 1 a 1 com o Azuriz e tem apenas dois pontos na competição. 

Com grande atuação, o goleiro Dalton evitou a derrota do Londrina em Arapongas Com grande atuação, o goleiro Dalton evitou a derrota do Londrina em Arapongas
Com grande atuação, o goleiro Dalton evitou a derrota do Londrina em Arapongas |  Foto: Gustavo Oliveira/LEC
 

Diferente da estreia contra o Maringá, o LEC saiu na frente do placar, mas voltou a repetir uma atuação fraca e tomou o gol de empate no fim. Assim como no primeiro jogo, sofreu o gol de pênalti. Em razão das dificuldades de se marcar os jogos do Estadual, o Tubarão deve fazer mais uma partida como mandante no domingo (21), diante do Cianorte. O confronto ainda não está homologado pela Federação Paranaense. 

Jogo

O LEC só não saiu atrás do placar graças ao goleiro Dalton, que  foi o grande destaque do primeiro tempo. Contestado muitas vezes pela torcida, o goleiro salvou o time em três oportunidades. Em dois cabeceios dos atacantes Edson e Hélio fez verdadeiros milagres.

No ataque, Safira teve duas chances para marcar. Na primeira, após bela assistência de Adenílson, bateu por cima. Aos 37 minutos, aproveitou uma sobra dentro da área para abrir o placar no momento em que o Londrina era mais pressionado. 

Adenílson cobrou o escanteio, Matheus Bianqui desviou na primeira trave e Safira finalizou rasteiro. Primeiro gol do centroavante, que comemorou 26 anos na quarta-feira. 

O artilheiro do LEC no jogo, no entanto, saiu logo nos minutos iniciais do segundo tempo, machucado. Carlos Henrique entrou no seu lugar, mas produziu pouco. As outras alterações do técnico Silvinho Canuto também não fizeram o time melhorar. Ao contrário, a equipe recuou e não conseguiu controlar a vantagem no placar. 

"Abdicamos de ficar com a bola e sofremos pressão". O depoimento do zagueiro Marcondes resumiu bem o panorama do jogo no segundo tempo. Mais organizado em campo, o Azuriz chegou ao empate aos 35 minutos. Luiz Henrique cometeu pênalti em Hayner e Vieira bateu bem para igualar o placar.

Sem desculpa 

O Londrina reclamou da marcação da penalidade, mas o técnico Silvinho Canuto fez questão de reconhecer o desempenho ruim. "Acredito ser um lance bem duvidoso, mas não temos que lamentar as decisões da arbitragem. Temos sim que melhorar a equipe e ganhar os jogos", afirmou o treinador. 

Melhorar é palavra urgente no Tubarão, já que o time não conseguiu ganhar de dois adversários que vieram da Divisão de Acesso. Em três jogos, o Azuriz tem apenas dois pontos também. 

"O jogo foi complicado, truncado e com chances para os dois lados. O sentimento de tristeza é pelo resultado final e por ter sofrido outro gol de pênalti de forma seguida", comentou o atacante Safira. 

Paranaense

No outro jogo da quarta-feira do Campeonato Paranaense, o Paraná Clube conquistou a sua primeira vitória na competição. No 14 de Dezembro, venceu o Toledo por 2 a 0, com gols de Da Silva e Gustavinho. Nesta quinta-feira (18), jogam Cianorte x Cascavel CR, no Albino Turbay, às 16h. 

FICHA TÉCNICA

Árbitro: André Felipe Olivério

Estádio: dos Pássaros

Gols: Safira aos 37 minutos do primeiro tempo e Vieira, aos 35 minutos do segundo tempo

Londrina 1

Dalton; João Carlos (Hélder), Marcondes, Willian Correia e Luiz Felipe; Jean Henrique (Luan), Matheus Bianqui (Romisson) e Adenílson; Douglas Santos, Safira (Carlos Henrique) e Danilo (Thiago Henrique). Técnico: Silvinho Canuto

Azuriz 1

Dida; Hayner, Salazar, Guarapuava e Mateus (Neuton); Resende, Fabio e Ednei (Matheus); Hélio (Pedro Vitor), Edson (Juan) e JP (Vieira). Técnico: Fabiano Daitx

Leia mais sobre o LEC

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.