|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Brasileiro 5m de leitura Atualizado em 29/11/2021, 13:03

Londrina em seu último capítulo na Série B: tragédia ou alívio?

LEC se despede do Brasileiro no domingo contra o Vasco, no estádio do Café, em busca de um milagre para não cair para a série C

PUBLICAÇÃO
sábado, 27 de novembro de 2021

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Londrina escreve no domingo (28) o seu último capítulo na Série B 2021. O torcedor espera que o drama que se tornou a campanha do LEC no Brasileiro termine com um final feliz. O Tubarão terá que vencer o Vasco, às 16h, no estádio do Café, e torcer contra o Remo para não ser rebaixado novamente à Série C em um intervalo de dois anos.

O colombiano Córdoba volta a lateral do Londrina no jogo decisivo com o Vasco
O colombiano Córdoba volta a lateral do Londrina no jogo decisivo com o Vasco |  Foto: Ricardo Chicarelli/LEC
 

Com 41 pontos, em 17º, precisa derrotar o time carioca e torcer para que os paraenses não ganhem do rebaixado Confiança, em Belém, no jogo que também começa às 16h. O Remo é o 16º colocado, com 42 pontos. O Vitória, em 18º, com 40 pontos, também luta para escapar e enfrenta o Vila Nova, no Barradão. Dos três, dois vão penar no ano que vem na terceira divisão nacional.

Para se manter na Série B, no entanto, o Alviceleste terá que inverter a lógica do que foi a sua trajetória na competição nesta temporada. Foram 31 rodadas entre os quatro últimos do Brasileiro, com 16 derrotas, 11 empates, 10 vitórias e um aproveitamento de apenas 36%. A melhor posição do LEC na tabela foi um 13º lugar, após a primeira rodada.

A fé e a esperança da torcida alviceleste, no entanto, são as últimas que morrem e a confiança de que o time vai terminar fora da zona do rebaixamento permanece até o último minuto.

Leia mais sobre o LEC

“Não é a situação que gostaríamos de estar. Mas ainda estamos na briga e vamos acreditar até o fim. Temos que fazer a nossa parte e ver o que acontece”, afirmou o meia Mossoró.

O Londrina chega dependendo de outros resultados na 38ª rodada porque desperdiçou inúmeras oportunidades nos últimos jogos de sair da ZR e depender só dele para se salvar, como nas partidas contra Cruzeiro, CRB e Vila Nova.

Indefinição

A instabilidade do Londrina ao longo do Brasileiro se reflete nos números e na escalação. O LEC jamais venceu três jogos seguidos e o técnico Márcio Fernandes chega à última rodada sem ter um time base e à procura de solução para os problemas técnicos do elenco.

Com um ataque que só marcou 28 gols em 37 partidas – o segundo pior da Série B -, o treinador pode dar uma nova chance para Marcelinho e Caprini, que entrariam nos lugares de Roberto e Victor Daniel. Zeca é o único garantido no sistema ofensivo para o jogo decisivo.

Nas laterais, os titulares Córdoba e Eltinho voltam e são uma esperança para uma produção melhor em um setor que o LEC sofreu muito ao longo da competição. Na direita, por exemplo, Matheus Bianqui jogou metade do campeonato de forma improvisada. Na zaga, o capitão Marcondes está suspenso e Saimon entra no seu lugar.

Para o Vasco é literalmente fim de feira, contrastando com sua gloriosa história. Sem chances de acesso há algumas rodadas, o Gigante da Colina chega ao estádio do Café sem executivo de futebol, sem treinador e com vários jogadores já em férias, como Zeca, Léo Jabá, Andrey e Walber. O clube já começou a reformulação para jogar a Série B novamente em 2022.

O técnico interino Fábio Cortez não terá o volante paraguaio Galarza e o meia Morato, machucado. No entanto, vai escalar o veterano Nenê e o centroavante Germán Cano.

Imagem ilustrativa da imagem Londrina em seu último capítulo na Série B: tragédia ou alívio?
|  Foto: Folha Arte
 

EM LONDRINA

LONDRINA

César; Córdoba, Saimon, Augusto e Eltinho; João Paulo, Jhonny Lucas e Mossoró; Roberto (Marcelinho), Zeca e Victor Daniel (Caprini). Técnico: Márcio Fernandes

VASCO

Lucão; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Riquelme; Bruno Gomes, Caio Lopes, Marquinhos Gabriel e Nenê; Gabriel Pec e Cano. Técnico: Fábio Cortez

Árbitro: Antônio Dib de Sousa (PI)

Local: estádio: do Café

Horário: 16h

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM