SEM OUSADIA -

Londrina e Criciúma fazem jogo pobre e ficam no empate sem gols


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

Londrina e Criciúma fizeram um jogo bem disputado, mas sem criatividade, e o placar sem gols mostrou bem isso. O Criciúma sofreu com os desfalques do time e um dos mais sentidos foi o de Léo Ceará, que nem foi relacionado, possivelmente porque ele seria um dos três jogadores do time catarinense que foram infectados pela Covid-19. 


O goleirto Dalton defendeu um pênalti cobrado por Michel.
O goleirto Dalton defendeu um pênalti cobrado por Michel. | Gustavo oliveira/LEC
 

 

O Criciúma entrou em campo com três novidades: o zagueiro Carlos Alexandre, o meia Jean Lucas e o atacante Michel. 


Pelo lado do Londrina, Júnior Pirambu recebeu poucas bolas para tentar mostrar serviço no ataque. Com a contusão do lateral Felipe Camillo, o zagueiro Caio atuou de forma improvisada na posição e não comprometeu com seu desempenho. O jogador já havia atuado na posição nas categorias de base. 




Os meias do Alviceleste mostraram falta de entrosamento e pouca criatividade, principalmente Caíque Valdívia, que foi apagado em campo. Fábio Matos ainda fez algumas jogadas e se movimentou bem. Ruster Santos foi o que mais incomodou o adversário pelo Alviceleste, mas sofreu muitas faltas e saiu aos nove minutos do segundo tempo, sentindo o cansaço. 


No segundo tempo, o Londrina levou um susto logo aos seis minutos. Foguinho avançava pela direita e Caio acabou dando um carrinho dentro da área, cometendo o pênalti. Acabou levando o cartão amarelo. O centroavante Michel cobrou forte à meia altura no canto direito e Dalton fez uma bela defesa. 


A jogada mais perigosa do Londrina aconteceu aos 20 minutos do segundo tempo, depois de cobrança de escanteio. Pirambu cabeceou no meio do gol para defesa fácil de Agenor. A jogada mais trabalhada resultou de uma triangulação, mas Caíque Valdívia, de frente para o gol, chutou mal.


O técnico Alemão disse na entrevista após a partida que acredita que a equipe vai crescer nos próximos jogos. “O desempenho foi razoável no primeiro tempo, apesar de criar poucas chances. Nos segundo tempo, até o pênalti, o time não estava conseguindo ficar com a bola. Depois disso fiz modificações e o grupo começou a atuar melhor.”


Segundo ele, se o Dalton foi pouco acionado é porque a defesa atuou bem. Ele destacou que a atuação do goleiro foi muito boa, se referindo à defesa do pênalti. Alemão ressaltou que os reforços atenderam o que foi solicitado a les. “Dois jogadores que estavam treinando separadamente entraram em campo e jogaram bem”, apontou.


Alemão disse que o mais importante é evoluir fisicamente. “A falta de ritmo e entrosamento afetou. É preciso entender um pouco mais o companheiro que joga diferente do que vinha jogando”, destacou.


O capitão Escobar também ressaltou que a falta de entrosamento foi nítida. “É muito difícil. quando não se conhece os movimentos dos companheiros. Tivemos passes errados por falta do entrosamento com o parceiro. A gente tem mais uma semana para trabalhar isso”, destacou Escobar.


Ele relatou que soube dos casos de Covid-19 na equipe do Criciúma no vestiário, após a partida. “Isso foge de nosso controle. Como atleta é difícil. Temos medo de levar uma doença dessas para casa. Talvez essa seja a nossa maior preocupação. Enfim a gente tem que fazer o que está ao nosso alcance que é se cuidar”, destacou.


Com o empate os dois times conquistaram um ponto e ocupam a sexta e a sétima colocação do grupo B. No próximo domingo (16) o Londrina enfrenta o Ypiranga em Erechim (RS), às 16 horas. O Criciúma, por sua vez, joga em casa no sábado (15) contra o Boa Esporte,d e Minas Gerais. 


Londrina 0

Criciúma 0

Data: 10/08 (segunda-feira)

Horário: 20 horas

Local: Estádio do Café (Londrina)

Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS). Assistentes: André da Silva Bitencourt (RS) e Maíra Mastella Moreira (RS). 

Londrina: Dalton; Raí Ramos, Marcondes, Jeferson Silva e Caio; Escobar, Marcel (Chicão Amorim), Fábio Matos (Juan) e Caíque Valdívia; Ruster Santos (Edrean) e Júnior Pirambu.

Criciúma: Agenor; Victor Guilherme, Vitão, Carlos Alexandre, Kaike; Foguinho, Eduardo, Jean Lucas (Alisson Tadei); Jean Dias, Jajá (João) e Michel Técnico: Roberto Cavalo.

Gols: Não houve



Cartões vermelhos: Não houve

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo