Série B -

Londrina aposta em nova troca de comando para se livrar do rebaixamento

Técnico do sub-19, Silvinho Canuto assume no lugar do demitido Mazola Júnior para os quatro jogos finais da série B

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Como uma última cartada, o Londrina aposta em uma nova troca de comando para tentar livrar o time da zona do rebaixamento da Série B. Silvinho Canuto, da equipe sub-19, assume o clube no lugar de Mazola Júnior, demitido na manhã de domingo (10) , e vai dirigir a equipe nas últimas quatro rodadas. Canuto será o quarto treinador do LEC no Brasileiro. 

A opção por uma nova mudança de treinador começou a se desenhar na sexta-feira a noite após a derrota para o América Mineiro, no estádio do Café. O nome de Silvinho ganhou ainda mais força com a vitória do time sub-19 sobre o Coritiba por 2 a 0, no Couto Pereira, pela primeira partida da final do Paranaense, no sábado. No domingo pela manhã, Mazola foi demitido e Canuto foi apresentado aos jogadores e já comandou o seu primeiro treinamento. O treinador estreia na terça-feira (12) no confronto contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse. 



Silvinho Canuto é o quinto técnico do Londrina em 2019 e estreia na terça em Criciúma
Silvinho Canuto é o quinto técnico do Londrina em 2019 e estreia na terça em Criciúma | Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
 

"Recebo com alegria a oportunidade de estar no comando do time principal. Feliz pela chance e triste pelo momento, mas ciente que podemos sair desta situação", afirmou o novo comandante alviceleste. 

Mazola Júnior ficou pouco mais de um mês no comando do Tubarão e não conseguiu fazer a equipe reagir na competição. Em nove jogos, foram duas vitórias, um empate e seis derrotas, com um aproveitamento de 26%. Apesar da campanha ruim, foi melhor que seu antecessor. Claudio Tencati conquistou apenas 12% dos pontos em oito jogos sob o seu comando. 

Silvinho Canuto tem uma trajetória muito parecida com a dos ex-técnico Alemão. Os dois foram formados na base alviceleste, jogaram juntos nas categorias de base e no profissional. O novo comandante alviceleste também começou a carreira de treinador no time sub-17 do LEC. Como jogador, Silvinho ainda atuou no Internacional, Guarani e futebol japonês.

"É um momento importante e precisamos de todos para nos ajudar. Hora de união dos jogadores e também dos torcedores. Sempre recebi um carinho da torcida quando fui jogador e também no trabalho com a base. O torcedor pode esperar muito empenho e trabalho de todos aqui para sairmos desta posição", frisou Silvinho, que foi campeão da Divisão de Acesso com o LEC, em 2011. 

Canuto será o quinto treinador do LEC na temporada. Além de Alemão, Tencati e Mazola, Roberto Fonseca dirigiu a equipe em apenas um jogo na Copa do Brasil, na derrota de 4 a 0 para o Bahia. Mesmo com pouco tempo para trabalhar, o treinador prometeu um Londrina diferente já no próximo jogo. 

"Gosto de um time com muita posse de bola, agressivo e com marcação um pouco mais adiantada. Tenho procurado passar isso para os jogadores já neste primeiro contato e tenho certeza que podemos vencer mesmo fora de casa", ressaltou o treinador. 

Reta final

Apesar de ter perdido a quarta partida consecutiva, o Londrina terminou a 34ª rodada fora da zona do rebaixamento, graças aos tropeços também dos principais concorrentes. O Londrina segue em 16º lugar, com 35 pontos, a mesma pontuação do Figueirense, que empatou com o Coritiba. A vantagem do Tubarão em relação ao time catarinense é o número de vitórias: 10 a 6. Também na terça-feira, o Figueira joga em Campinas contra a Ponte Preta. 

Ainda lutam contra a queda o Vila Nova, 18º, com 33 pontos, o Criciúma, 19º, com 31, e o São Bento, lanterna, com 30. O Criciúma, que perdeu na rodada para o Sport, em Recife, por 1 a 0, joga praticamente a sua última chance de escapar da série C no duelo com o Londrina. 

Após o confronto em Santa Catarina, o Londrina enfrentará o Botafogo, no estádio do Café, no sábado (16), o São Bento, em Sorocaba, no dia 21, e o Guarani, na última rodada, no dia 30, também no Café. 


Silvinho assume com muitos problemas


Com apenas dois dias de trabalho, o técnico Silvinho Canuto tem que lidar com muitos problemas para montar o Londrina para o jogo em Criciúma. Jogadores importantes estão machucados e não jogam em Santa Catarina. 

O lateral-direito Raí Ramos e o capitão Germano, que já não atuaram na última partida, seguem como dúvidas. Anderson Leite e Paulinho Moccelin ainda estão vetados pelo departamento médico. Na derrota para o América Mineiro, Alemão e André Moritz saíram com lesões musculares e não têm condições de jogarem na terça-feira. 

Sem Raí Ramos, Alemão e também Hélder, que está machucado há várias rodadas, o treinador não tem um lateral-direito de ofício para jogar em Criciúma. Canuto irá improvisar um jogador na posição e Silvio pode ser uma opção para o setor. 

"Tenho um time base na cabeça, mas alguns jogadores estão em transição e vou aguardar um posicionamento do departamento médico. Independentemente de quem entrar, temos que acreditar que podemos reverter este momento", ressaltou Canuto. 

Um dos mais experientes do elenco, o zagueiro Silvio voltou a jogar depois de muito tempo contra o América Mineiro fazendo a função de volante. O jogador acredita que o time tem condições de sair desta situação. "O Londrina já mostrou ser forte em várias vezes e não vamos fraquejar agora. Temos mais quatro jogos e precisamos ter uma postura mais ofensiva porque resultados como empate já não resolvem muita coisa", apontou. 

Saiba mais sobre o LEC




Continue lendo


Últimas notícias