|
  • Bitcoin 118.038
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3407
Londrina

Londrina Esporte Clube

m de leitura Atualizado em 26/07/2022, 00:52

LEC reencontra Tencati em "confronto" marcado pelo equilíbrio

Treinador que fez história no Tubarão enfrentou ex-clube quatro vezes por três equipes diferentes: dois empates e uma vitória para cada lado

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 26 de julho de 2022

Edson Neves - Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Série B 2022 será novamente palco do encontro entre Londrina Esporte Clube e Claudio Tencati. Para alguns torcedores, que acostumaram vê-lo vestindo o azul celeste por seis anos, ainda fica difícil associá-lo a outras cores, como o atual amarelo e preto do Criciúma. Já faz quase cinco anos desde a primeira e vitoriosa passagem - que rendeu sete títulos, sendo um deles o Paranaense de 2014 - e dois anos e meio de uma rápida trajetória para esquecer, em que em oito jogos foram sete derrotas e apenas uma vitória. Naquela ocasião, o LEC acabaria rebaixado para a Série C.

No último confronto entre LEC e Criciúma, deu Tencati: 1 a 0, pela 2ª rodada da Série B, em abril No último confronto entre LEC e Criciúma, deu Tencati: 1 a 0, pela 2ª rodada da Série B, em abril
No último confronto entre LEC e Criciúma, deu Tencati: 1 a 0, pela 2ª rodada da Série B, em abril |  Foto: Guilherme Hahn/iShoot/Folhapress
 

Nos intervalos de cada passagem de Tencati pelo Londrina, foram quatro clubes comandados: Atlético Goianiense (em 2018), Vitória (2019), Brasil de Pelotas (2020-2021) e Criciúma, que ele treina desde outubro do ano passado. Em três destes, o treinador teve que enfrentar o clube no qual teve mais sucesso no futebol. Pelo time goiano, o primeiro encontro de Tencati e Londrina teve empate sem gols pela quinta rodada da Série B 2018. Já na partida de volta, no Café, uma sonora goleada do Tubarão por 4 a 1, com três gols de Dagoberto. Tencati seria demitido do Dragão em outubro daquele ano.

Pelo Vitória, equipe que comandou de março a maio de 2019, Tencati não chegou a enfrentar o LEC, caindo após sete jogos. Contra o time baiano, naquela ocasião, o alviceleste venceu no Café por 3 a 1 e no Barradão por 1 a 0. Já no Brasil de Pelotas, onde ficou de outubro de 2020 a julho do ano passado, apenas um duelo: na estreia da Série B 2021, jogando no Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), mais um empate sem gols na conta. No jogo de volta, no Café, Tencati já não estava mais no comando do Xavante, e outro 0 a 0. Naquele ano, Tencati ainda seria contratado pelo Tigre, que garantiria o acesso para a segunda divisão nacional.

LEIA TAMBÉM:

Treinador em alta
Londrina vence o Náutico de virada e cola no G4

No comando do time catarinense até os dias de hoje, o treinador tem retrospecto positivo com o Criciúma. Jogando no Estádio Heriberto Hülse, o Tigre venceu o Tubarão por 1 a 0, com gol de Marquinhos Gabriel, em duelo da segunda rodada. Agora, Tencati e Londrina se reencontram no sábado (30), às 16h, no Estádio do Café. Com dois empates e uma vitória para cada lado, o confronto será a oportunidade para que tanto alviceleste quanto Tencati mostrem que a separação foi amigável e que ambos podem viver muito bem sem o outro. 

O Londrina retoma nesta terça a preparação visando o jogo contra o Criciúma. Um desfalque certo de Adilson Batista será Jhonny Lucas, que recebeu o terceiro amarelo contra o Náutico. Em compensação, Saimon cumpriu suspensão e fica à disposição do treinador. 

HISTÓRICO DE TENCATI CONTRA O LEC

Atlético Goianiense 0 x 0 Londrina (Série B 2018)

Londrina 4 x 1 Atlético Goianiense (Série B 2018)

Brasil de Pelotas 0 x 0 Londrina (Série B 2021)

Criciúma 1 x 0 Londrina (Série B 2022)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.