|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Londrina Esporte Clube

m de leitura Atualizado em 15/07/2022, 16:26

LEC quita dívida do caso Joel e está apto a fazer contratações

Clube teve que pagar R$ 320 mil por conta da transação do atacante com o Cruzeiro

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 15 de julho de 2022

Edson Neves - Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Entre valores devidos, multas e juros, o Londrina Esporte Clube desembolsou cerca de R$ 320 mil para se livrar do "transfer ban" imposto pela Fifa por pendências no pagamento ao clube camaronês Bebe Football Club pela venda do atacante Joel ao Cruzeiro, em 2015. A informação com os valores atualizados foi dada pelo gestor de futebol do clube, Sérgio Malucelli, em entrevista à Rádio Paiquerê 91,7 na quinta-feira (14).

Segundo o clube africano, que tinha 20% dos direitos de Joel à época da transação entre LEC e Raposa, o valor não foi recebido de forma integral, porque o Banco Central descontou parte dele em impostos. Com isso, a Fifa foi acionada e o LEC - que já tinha pago uma quantia de R$ 900 mil - teve que efetuar novo pagamento ao time formador de Joel. "Uma dívida que ninguém esperava", disse o gestor. Com a pendência quitada, o Londrina fica apto a inscrever novos jogadores na janela de transferências que será aberta nesta segunda-feira (18).

Na entrevista, Malucelli também revelou que acertou o mês de salários do elenco que estavam atrasados. No entanto, os dois meses de direito de imagem seguem pendentes. "Estamos esperando o Germano chegar de viagem com os recursos financeiros para quitar essa dívida também". Nas palavras do dono da SM Sports, o valor que o LEC gasta em direitos de imagem, por mês, é de R$ 170 mil.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.