NetdealEvents
Futebol -

LEC prorroga férias do elenco e não acredita em retomada do Paranaense

Em razão das indefinições do calendário do futebol brasileiro, reapresentação dos jogadores do Londrina foi transferida para o dia 12 de maio

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

O Londrina decidiu prorrogar o período de férias dos jogadores, em razão da pandemia do coronavírus. A data prévia do retorno do elenco principal está agendada agora para o dia 12 de maio. Inicialmente a reapresentação dos atletas estava marcada para sexta-feira (1º). 

Gestor Sérgio Malucelli não concorda com a volta do Paranaense em maio: "Não acredito que o futebol voltará agora"
Gestor Sérgio Malucelli não concorda com a volta do Paranaense em maio: "Não acredito que o futebol voltará agora" | Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
 

A decisão do clube foi em razão da indefinição do calendário do futebol brasileiro e da preocupação em preservar os jogadores e profissionais do risco de contágio pela Covid-19. Ainda não há nenhuma previsão de quando as competições poderão ser retomadas no país.




"Não tem como voltar neste momento. Imagine você abrir o CT e ter diariamente 70, 80 pessoas no mesmo local. Não vou fazer isso e correr o risco de alguém adoecer aqui dentro. Esqueça", afirmou o gestor do LEC, Sérgio Malucelli. 


Os jogadores do Tubarão foram liberados em 16 de março, um dia após a suspensão do Campeonato Paranaense. Entre os dias 1º e 30 de abril, o clube concedeu férias coletivas a todo o elenco e agora estende o recesso por mais 12 dias. O adiamento da reapresentação vale também para as categorias de base do Alviceleste.


Paranaense

Assim como entende que não há condições de retomar os treinamentos neste momento, Sérgio Malucelli também não acredita que a volta das competições seja possível durante o mês de maio. A Federação Paranaense de Futebol apresentou uma proposta às autoridades de saúde do Estado para que o Estadual possa recomeçar na segunda quinzena do próximo mês. 


O protocolo elaborado pela FPF impõe regras de higiene rígidas por parte dos clubes, como testes para o coronavírus nos atletas, além do distanciamento durante os treinamentos e viagens. A ideia da entidade é realizar a fase final do Paranaense em três semanas e com jogos sem torcida. 


"Não acredito que o futebol voltará em maio. A própria Federação entrou em recesso de 60 dias. Como que você vai manter os jogadores isolados durante os treinos e os jogos? Se um atleta pega, o risco de transmitir para os outros é muito grande e o contágio é rápido", apontou Malucelli. 


Pelo planos da FPF, os oito clubes classificados para a segunda fase do Paranaense voltariam aos treinos no dia 2 de maio e a competição seria retomada no dia 17. O LEC sugeriu que o restante da competição fosse disputada toda em Curitiba, para facilitar na logística das equipes, mas não fez previsão de data para a volta dos jogos.




No entanto, a Federação quer cumprir o regulamento do campeonato e realizar partidas de ida e volta e com cada clube podendo jogar no seu estádio. 

Leia mais sobre o LEC

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias