|
  • Bitcoin 125.000
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2356
Londrina

SÉRIE B

m de leitura Atualizado em 08/07/2022, 00:06

LEC ganha reforços para tentar quebrar tabu contra o Sport

Samuel Santos, Eltinho, Jhonny Lucas e Gabriel Santos ficam à disposição de Adilson amanhã; Tubarão nunca venceu Leão da Ilha

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de julho de 2022

Diego Prazeres - Editor
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Precisando matar um leão por dia nesta Série B que é a mais concorrida de todos os tempos, o Tubarão conta com reforços para derrubar o leão da vez, o da Ilha, em Recife, neste sábado, pela 17ª rodada. Ausentes na goleada por 3 a 0 sobre a Chapecoense, na última terça (5), por problemas físicos, os laterais Samuel Santos e Eltinho, o volante Jhonny Lucas e o atacante Gabriel Santos se juntaram à delegação alviceleste na capital pernambucana e ficam à disposição de Adilson Batista para o duelo com o Sport na Ilha do Retiro. 

Imagem ilustrativa da imagem LEC ganha reforços para tentar quebrar tabu contra o Sport Imagem ilustrativa da imagem LEC ganha reforços para tentar quebrar tabu contra o Sport
|  Foto: Sheyla Dantas/LEC
 

Desses, Jhonny Lucas é o único que ainda depende de ser regularizado no BID da CBF, já que seu contrato havia vencido e foi renovado agora. 

É uma boa notícia para o treinador, que por mais que tenha ficado satisfeito com o desempenho do time em Chapecó, numa das melhores apresentações do Londrina sob seu comando, terá um elenco ainda mais robusto para encarar um dos candidatos ao acesso. 

Além da boa produção ofensiva em Santa Catarina, a equipe não sofreu gols nos últimos dois jogos, o que não deixa de ser uma evolução para quem tem a quarta defesa mais vazada da competição (17 gols sofridos). 

Mas para conquistar pela primeira vez a segunda vitória seguida que o aproximará ainda mais do G4, o Londrina terá que derrubar um tabu: derrotar o Sport, algo que nunca fez em 20 anos de histórico de confrontos com o gigante nordestino. Os dois clubes se enfrentaram cinco vezes, todas pela Série B, a primeira em 2002. Foram dois empates e três vitórias rubro-negras. 

Os embates mais recentes ocorreram na edição de 2019, quando o Sport venceu na Ilha do Retiro (um alucinante 3 x 2) e no Café (2 x 1). Naquele ano, de triste lembrança, o Tubarão caiu para a Série C e o Leão subiu para a A. 

LEIA TAMBÉM:

Londrina mira jogo com Sport para feito inédito na Série B

CLASSIFICAÇÃO

O Londrina perdeu uma posição na tabela após a vitória do Novorizontino sobre o Brusque (1 a 0), na quarta-feira à noite (6), no andamento da 17ª rodada. O time paulista assumiu a 6ª colocação, com 23 pontos, a mesma do CRB, que de 6º caiu para 7º. O LEC é o 8º, com 22. O Tubarão havia chegado à sexta posição ao vencer a Chapecoense, mas no mesmo dia foi ultrapassado pelo CRB, que bateu o Operário na abertura da rodada. O Sport vem logo a seguir, em 9º, também com 22 pontos.

Sem vencer há seis jogos, o Leão aposta na estreia do técnico Lisca em casa para iniciar a reação e voltar ao G4. O treinador fez seu primeiro jogo pela equipe no empate sem gols com o Vasco, no último domingo (3), no Maracanã. Sua principal preocupação é melhorar o sistema ofensivo do Sport, o quarto pior da Série B, com 10 gols marcados.

NOVO TÉCNICO

E por falar em treinador, a Chapecoense anunciou Marcelo Cabo para o lugar de Gilson Kleina, demitido após a goleada para o LEC. Kleina foi o quarto técnico que o Londrina “derrubou” na Série B. Os outros foram Felipe Conceição (Náutico), Waguinho Dias (Brusque) e Marcelo Chamusca (Guarani).

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1