|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

DIA DO FICO 5m de leitura Atualizado em 29/11/2021, 18:59

LEC despacha o Vasco e escapa do rebaixamento

Tubarão faz 3 a 0 na equipe carioca e conta com tropeço do Remo para se manter na Série B

PUBLICAÇÃO
domingo, 28 de novembro de 2021

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Foi um domingo (28) para ficar guardado na memória e na história. Foi uma tarde em que tudo deu certo para o Londrina. Os quase 3.500 torcedores que foram ao estádio do Café comemoraram o final da partida como se fosse um título ou um acesso. Não era para menos. Precisando fazer o dever de casa e contar com a sorte, o iluminado Tubarão conseguiu escapar do rebaixamento e se garantir na Série B do Brasileiro para a próxima temporada. 

Imagem ilustrativa da imagem LEC despacha o Vasco e escapa do rebaixamento
|  Foto: Isaac Fontana/FramePhoto/Folhapress
 

O feito veio numa apresentação de gala do LEC, que fez 3 a 0 em cima do Vasco, com direito a golaços de Zeca e Caprini e defesa de pênalti de César. O outro gol foi contra, do zagueiro Ricardo Graça. Todos os jogos da última rodada do campeonato foram disputados no mesmo dia e horário. Só que no caso do Alviceleste, o alívio só aconteceu após alguns minutos de drama.  

Como dependia de um tropeço do Remo para seguir na segunda divisão nacional, jogadores, comissão técnica e torcida tiveram que acompanhar os minutos finais do duelo entre Remo e Confiança, no estádio Baenão, para celebrar. O confronto disputado no Norte do País durou três minutos a mais que o do LEC, por conta dos acréscimos no segundo tempo. Após o apito, veio a confirmação do resultado, um 0 a 0, que deixou o Remo com 43 pontos. 

Com o triunfo, o Tubarão chegou à 16ª colocação, com 44 pontos, passando o Remo e de quebra rebaixando o time paraense. Para a torcida, foi um milagre operado no Café e a quase três mil quilômetros de distância, em Belém do Pará. “Desde o início da partida sabia que o Londrina não ia cair. Era o dia do LEC, dia da torcida sair feliz e terminar o ano bem. É só alegria”, valorizou o motorista aposentado Valdir Monteiro, que permaneceu no estádio junto com milhares de torcedores animados gritando e pulando. 

GOLAÇO 

O primeiro tempo deu mostras de que o duelo seria alviceleste. Nos primeiros minutos, Caprini foi derrubado dentro da área e o LEC acusou pênalti. O bandeira sinalizou impedimento na jogada e o árbitro chegou a conferir no VAR, mantendo a decisão. O Vasco até balançou a rede com MT, num bate-cabeça da zaga londrinense, porém, o árbitro deu falta favorável ao Tubarão no lance anterior.  

Daí em diante o Londrina dominou. O time encontrou um corredor na lateral direita de ataque e forçou as jogadas nesse setor. Aos 17 minutos veio o gol. Elacio deu passe certeiro para Zeca, que foi até a linha de fundo e chutou. A bola resvalou em Ricardo Graça, do Vasco, e foi parar no fundo da rede. Cinco minutos depois veio o segundo. E foi um golaço. Numa jogada rápida, Zeca encobriu o goleiro de fora da área e ampliou a vantagem.  

SEGURANDO O PLACAR 

O Tubarão voltou do intervalo inspirado e conseguiu o terceiro e belo gol com apenas um minuto. Caprini mandou chute que parecia cruzamento e foi ajudado pelo goleiro Lucão, que falhou. Na sequência o LEC abdicou de atacar e o Vasco cresceu, colocando pressão. Foram algumas tentativas do Cruzmaltino, até que conseguiu um pênalti. Bidía relou a mão na bola e após o árbitro checar no VAR, confirmou a penalidade. Numa prova que o dia era do LEC, César fez defesa gigante da cobrança de Cano, garantindo o placar. 

"O Londrina não merecia cair. Apesar do campeonato que fez, o jogo desse domingo mostrou que o time é grande, que a torcida apoia e que nosso lugar é na Série B. Tubarão até o fim”, destacou o estudante Gabriel Cardoso Silva, um dos torcedores que foram até o alambrado festejar perto dos atletas. 

BALANÇO

 

O Alviceleste se despede da Série B deste ano com uma temporada instável, partidas com baixíssimo nível técnico e com improvisações em posições importantes num elenco em que muitos jogadores contratados tiveram apresentação abaixo do esperado e não convenceram. Foram 11 vitórias, 11 empates e 16 derrotas. O LEC fechou a competição com 31 gols marcados, 41 sofridos e um aproveitamento de 38,6%. “Tomara que ano que vem o planejamento seja melhor. Espero que não tenhamos que sofrer tanto”, pediu a dona de casa Maria das Graças Adriano. 

ACESSO E REBAIXAMENTO 

O Avaí foi o quarto time a conseguir o acesso para a elite do futebol brasileiro. O Leão da Ilha precisava vencer o Sampaio Corrêa e viu o CSA se garantindo no G4 em boa parte do tempo. No entanto, aos 43 minutos do segundo tempo o gol salvador do meia Renato deixou a equipe de Santa Catarina com 2 a 1 e 64 pontos. O CSA goleou o Brasil por 4 a 0, porém, acabou em quinto, com 62 pontos. Completam o grupo dos que sobem o campeão Botafogo (70 pontos), Goiás (65) e Coritiba (64). 

Na parte de baixo da tabela, além do Remo, caíram para a Série C o Vitória (40 pontos), Confiança (37) e Brasil de Pelotas (23). 

FICHA TÉCNICA 

LONDRINA 3

César; Elacio Córdoba, Saimon, Augusto e Eltinho; João Paulo (Jean Henrique), Jhonny Lucas (Bidia) e Gegê (Celsinho); Mossoró, Zeca (Roberto) e Caprini. Técnico: Márcio Fernandes 

VASCO 0

Lucão; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e MT (Andrey); Caio Lopes (Juninho), Bruno Gomes e Gabriel Pec (Laranjeira); Jhon Sánchez, Nenê e Germán Cano. Técnico: Fábio Cortez 

Gols: Ricardo Graça (contra) aos 17, Zeca aos 22 minutos do 1° tempo e Caprini com 1 minuto do 2° tempo 

Público pagante: 3.011   Público total: 3.463   Renda: R$ 45.165

Estádio: do Café 

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)

Imagem ilustrativa da imagem LEC despacha o Vasco e escapa do rebaixamento
|  Foto: Folha Arte
 

Atualizada às 19h31

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM