As alterações promovidas pelo técnico Alexandre Gallo ao longo da partida contra o ABC foram cruciais para a vitória do Londrina na estreia da Série B. O garoto Clinton fez a jogada e Diego Jardel marcou o gol no estádio do Café. Ambos entraram no decorrer do segundo tempo.

Lateral Ezequiel teve atuação elogiada por Alexandre Gallo; jogador saiu lesionado e é dúvida para a partida em Chapecó
Lateral Ezequiel teve atuação elogiada por Alexandre Gallo; jogador saiu lesionado e é dúvida para a partida em Chapecó | Foto: Filipe Barbosa/Londrina Esporte Clube

Após a partida, em entrevista coletiva, o comandante alviceleste ressaltou a importância de um elenco forte para suportar uma competição longa e difícil como a Série B. "Vamos precisar de todos. Para mim todos têm a mesma importância, seja o primeiro ou o 31º. Eu sou um treinador que não desiste de nenhum jogador porque todos têm a sua importância", frisou. "Estamos criando uma harmonia dentro do trabalho e criando uma família porque sempre trabalhamos com bastante respeito a todos".

Leia mais sobre o LEC

LEC deixa boa impressão e começa bem a Série B

Alexandre Gallo e torcida aprovam estreia do LEC

Alexandre Gallo citou o exemplo do lateral Ezequiel, que chegou a ser colocado em uma lista para ser emprestado antes do Brasileiro. O jogador acabou sendo escalado como titular, em razão da lesão de Léo Morais. "Citei o exemplo do Ezequiel na preleção porque Deus prepara o caminho para todos. De repente apareceu a oportunidade para ele jogar, ele se entregou, é um cara que trabalha demais no dia a dia e gostei muito do desempenho dele", apontou.

O treinador deve ganhar ainda mais algumas opções para os próximos jogos. O atacante Vitor Feijão aguarda a regularização da documentação e Iago Dias aprimora a parte física. Até quinta-feira (20), quando fecha a janela de inscrições, o LEC vai anunciar mais dois reforços: os atacantes Lucas Coelho e Matheus Lucas.

Evolução

Gallo ficou satisfeito com o desempenho na estreia e citou que o time já apresentou algumas das características que ele gosta de ver em campo, como agressividade e velocidade. "Este estilo de jogo exige muito da parte física e alguns jogadores sofreram um pouco. Acredito que mais uns três jogos estaremos melhor", frisou. "Foi um time muito aguerrido, com velocidade e intensidade na marcação. Teve agressividade na frente para criar um desconforto para o adversário e agora o nosso objetivo é qualificar as questões tática e técnica".

Para a partida contra a Chapecoense, domingo (23), às 15h30, na Arena Condá, o técnico alviceleste tem problemas na lateral-direita. Com uma fissura no dedo do pé, Léo Morais só deve ter condições de atuar na terceira rodada. Já Ezequiel foi substituído no segundo tempo com um desconforto na coxa. Se não tiver condição de jogar, Gallo terá que improvisar no setor.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link