|
  • Bitcoin 240.545
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3189
Londrina

Série B 5m de leitura Atualizado em 28/10/2021, 20:07

Fernandes muda o LEC de olho em melhora do ataque

Treinador deve optar por dois laterais mais ofensivos para jogo com o Confiança; Tubarão não balança as redes há três jogos

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Um dos pontos principais trabalhados pelo técnico Márcio Fernandes nos dez dias de folga que o Londrina teve na Série B foi o desempenho ofensivo. O LEC tem o segundo pior ataque do Brasileiro, não marca há três partidas e vai precisar de gols na reta final da competição para escapar da zona do rebaixamento.

O colombiano Córdoba deve ganhar a oportunidade para voltar a ser titular do Londrina diante do Confiança
O colombiano Córdoba deve ganhar a oportunidade para voltar a ser titular do Londrina diante do Confiança |  Foto: Ricardo Chicarelli/LEC
 

O Tubarão passou em branco na derrota por 3 a 0 para o Guarani e nos empates em 0 a 0 com o Operário e o Goiás. Em 31 partidas, o Alviceleste marcou apenas 22 gols - o lanterna Brasil de Pelotas tem 18.  "A nossa criação melhorou, mas temos pecado no último passe e na hora de finalizar. Temos insistido muito neste quesito nos treinamentos", afirmou o comandante do LEC, após a partida com o Goiás. 

Pensando em melhorar o poderio do ataque, o treinador vai manter a equipe com três atacantes para o confronto de sábado (30) com o Confiança, em Aracaju. Caprini será o substituto do suspenso Marcelinho e jogará ao lado de Zeca e Roberto. Dos três atacantes, Zeca ainda não marcou na Série B e Caprini e Roberto somam apenas um gol cada. 

Leia mais sobre o LEC

Como forma de municiar mais os atacantes, Márcio Fernandes testou ao longo dos treinamentos o colombiano Elácio Córdoba na lateral-direita e do outro lado revezou Eltinho e Luiz Henrique. 

Córdoba tem características de muita velocidade e ofensividade. O meia Matheus Bianqui vinha jogando improvisado no setor. O colombiano foi titular apenas na derrota por 4 a 0 para o Botafogo. Com atuação ruim, o lateral foi substituído ainda no intervalo no confronto no Rio de Janeiro e depois não foi mais aproveitado. 

Se optar por Luiz Henrique, ganha também um lateral bastante ofensivo. Inclusive, o jogador vinha sendo aproveitado em boa parte da Série B como atacante. Já no setor de meio-campo, a tendência é que o treinador mantenha a mesma formação da última partida, com João Paulo, Jhonny Lucas e Marcelo Freitas. 

Londrina e Confiança lutam para deixar a zona do rebaixamento. O LEC é o 17º, com 32 pontos, enquanto o time sergipano aparece na 19ª posição, com 31. 

DEMISSÃO NO GOIÁS

Mesmo no G4, o Goiás anunciou na quinta-feira (28) a saída do técnico Marcelo Cabo. O treinador dirigiu a equipe em 19 partidas, com uma campanha de oito vitórias, seis empates e cinco derrotas. Na última partida, o Esmeraldino empatou com o Botafogo por 1 a 1. O Goiás é o quarto colocado com 53 pontos e será comandado pelo auxiliar Glauber Ramos. 

O time goiano terá o seu terceiro treinador diferente neste Brasileiro, já que começou a competição sob o comando do técnico Pintado. Já Marcelo Cabo tinha iniciado a Série B na direção do Vasco. 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM