Decisão -

Em busca do quinto título

Com elenco enxuto, Londrina aposta no fator campo contra o FC Cascavel na primeira final do Paranaense

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

O Londrina inicia nesta quarta-feira (6) a decisão do Campeonato Paranaense em busca do seu quinto título estadual. O Tubarão recebe o FC Cascavel às 15h20, no estádio do Café. Depois de sete anos, o Estadual volta a ter uma final entre dois representantes do interior. Em 2014, o Alviceleste foi campeão em cima do Maringá. Nos títulos de 1992 e 1981, o LEC também derrotou adversários do interior na decisão: União Bandeirante e Grêmio Maringá, respectivamente.

 

Titular na série B, Matheus Bianqui será mantido na lateral na final do Paranaense
Titular na série B, Matheus Bianqui será mantido na lateral na final do Paranaense | Ricardo Chicarelli/LEC
 

Aos menos avisados, o Paranaense 2021 é o mesmo que começou lá em fevereiro e que deveria ter terminado em maio. No entanto, em razão da pandemia do novo coronavírus, a competição sofreu com paralisações, adiamentos e falta de datas para os jogos. Somente agora a Federação Paranaense conseguiu marcar os dois jogos finais. A segunda partida ocorre na próxima quarta-feira (13), no estádio Olímpico, em Cascavel. 


"Decisão é detalhe e temos que estar atentos a todos. Falhar o mínimo possível e fazer um jogo competitivo. Decisão é um jogo que não se joga, é um jogo que se ganha", ressaltou o técnico Márcio Fernandes, que vai dirigir o LEC pela primeira vez no Paranaense e que busca um título inédito para o seu currículo.


Leia mais sobre o LEC


Apesar do atraso do Estadual, o prazo para inscrição de atletas não foi prorrogado - terminou no encerramento da primeira fase - e 16 jogadores do atual elenco do LEC que disputa a Série B não podem jogar o Estadual. Somente 21 jogadores estão à disposição para esta primeira partida, dos quais cinco são da base. 


Estão fora os volantes Marcel e Pedro Cacho, machucados, o zagueiro Lucas Costa e o lateral Luan, suspensos, e o meia Celsinho, que está em litígio com a diretoria e não tem sido aproveitado nos últimos jogos. "Se passou muito tempo e a competição já poderia ter sido finalizada. Isso esvazia um pouco a disputa, principalmente no caso do Londrina, já que muitos jogadores que estão aqui não podem atuar. O brilho do espetáculo fica prejudicado", reconheceu Fernandes. 


As novidades da equipe em relação ao último confronto pela Série B devem ser as entradas de Augusto na zaga, Bidía e Danilo no meio-campo e Salatiel no ataque. Felipe Vieira e Luiz Henrique, que estavam suspensos no Brasileiro, retornam. "Temos que fazer o nosso dever de casa para corrermos menos riscos fora, mas entender que vamos enfrentar uma equipe muito qualificada e que fez uma boa campanha na Série D", alertou o técnico alviceleste. 


COBRA INVICTA

O FC Cascavel, fundado em 2008, busca o seu primeiro título e chega confiante em razão da campanha invicta até aqui. O time dirigido pelo técnico Tcheco só perdeu dois jogos no ano, mas foi eliminado logo na segunda fase da Série D, pelo Cianorte. “Esperamos um jogo acima de tudo muito difícil, equilibrado, pois se trata de uma final e o ambiente é diferente. Para nós e para o FC Cascavel é um momento histórico. Primeira final na elite do nosso estado e vamos tentar fazer um bom jogo”, afirmou o técnico Tcheco.


O centroavante Carlos Henrique é o único titular que não pode jogar a final, já que defendeu o Londrina no início do Estadual. O destaque do time do Oeste é o atacante Léo Itaperuna, artilheiro da equipe na temporada, com 13 gols. 


INGRESSOS

As entradas vão custar preço único de R$ 20 e apenas o setor de cadeiras cativas será liberado no Café. Os bilhetes podem ser encontrados nas bilheterias do VGD (Vitorino Gonçalves Dias), do Café e nas lojas Karilu Sports. O protocolo utilizado pela FPF para liberar a presença de público é diferente do usado na Série B do Brasileiro. Com isso, todos os torcedores, independentemente se já completaram o ciclo vacinal, terão que apresentar na entrada do estádio o resultado negativo de teste RT-PCR, antígeno ou teste sorológico de detecção de anticorpos. O LEC mantém uma parceria com o Laboratório Oswaldo Cruz, onde o exame de antígeno pode ser realizado ao preço de R$ 50. O protocolo exige ainda medição de temperatura no acesso ao estádio, uso obrigatório de máscara, distanciamento social e uso de álcool em gel. 



FICHA TÉCNICA

NO CAFÉ

LONDRINA

Dalton; Matheus Bianqui, Marcondes, Augusto e Felipe Vieira; Jean Henrique, Bidía e Marcelo Freitas; Danilo, Salatiel e Luiz Henrique. Técnico: Márcio Fernandes


FC CASCAVEL

Ricardo; Afonso, Giaretta e Willian Gomes; Libano, Gama, Robinho, João Pedro e Willian Simões; Léo Itaperuna e Rogério. Técnico: Tcheco



Árbitro: Murilo Ugolini Klein

Local: estádio do Café

Horário: 15h20



Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo