O Londrina voltou a vencer na série C ao ganhar do Brusque por 2 a 1 na noite de sábado (14), no estádio do Café. O gol da vitória foi marcado por Celsinho, que reestreou com a camisa alviceleste depois de três anos. O meia entrou no segundo tempo e no seu primeiro lance anotou o segundo gol.

Celsinho reestrou e marcou o gol da vitória do Londrina sobre o Brusque
Celsinho reestrou e marcou o gol da vitória do Londrina sobre o Brusque | Foto: Isaac Fontana/Framephoto/Folhapress

O Tubarão chega a sete vitórias seguidas no estádio do Café e sobe para o segundo lugar do grupo B, com 24 pontos. O LEC vinha de dois jogos sem vencer - empate com o Boa Esporte e derrota para o São Bento. Já o Brusque completa quatro partidas sem vencer, mas se mantém na liderança da chave, com 28 pontos.

Diferente das últimas partidas, o Londrina mostrou uma outra postura em campo e foi melhor que o adversário em grande parte do confronto. O técnico Alemão começou o jogo com Marcel como titular e deixou Escobar e Jardel no banco de reservas. Rafael Rosa sentiu uma lesão no joelho e Alan Cardoso jogou na lateral-esquerda.

O LEC começou o jogo com tudo e chegou ao primeiro gol aos sete minutos. Adenílson sofreu pênalti e bateu com categoria para abrir o placar. Quarto gol do camisa 10 no Brasileiro.

O Brusque reagiu no segundo tempo e empatou aos 20 minutos com um belo gol de Jefferson, que acertou o ângulo de Dalton em chute da entrada da área.

Após sofrer o empate, Alemão promoveu a entrada de Celsinho no lugar de Carlos Henrique. No primeiro lance, o meia tabelou com Adenílson e fez o gol da vitória aos 25 minutos.

O LEC volta a campo no domingo (22) para enfrentar o São José em Porto Alegre. Já o Brusque joga no sábado (21) diante do Tombense em Minas Gerais.

Árbitro: Fábio Augusto Santos Sá

Estádio: do Café

Gols: Adenílson, aos sete do primeiro tempo, Jefferson aos 20 e Celsinho aos 25 minutos do segundo tempo

Londrina: Dalton; Gedeílson, Marcondes, Jeferson e Alan Cardoso. Marcel, Matheus Bianqui (Jardel) e Adenílson (Escobar). Douglas Santos (Samuel Gomes), Carlos Henrique (Celsinho) e Igor Paixão (Juan Matos). Técnico: Alemão

Brusque: Zé Carlos; Gustavo, Ianson, Everton e Ronaell. Escuro, Emerson (Eliomar) e Thiago Alagoano. Alex Sandro (Fio), Garcez e Jefferson. Técnico: Lamil Valencio