SÉRIE C -

Alemão analisa derrota e promete outra postura contra o vice-líder

Londrina saiu na frente, mas viu a virada do Tombense depois que 'parou de jogar' e erros individuais

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

O Londrina passou boa parte do jogo com a vitória na “mão”, entretanto, a possibilidade de engatar o quarto triunfo consecutivo na Série C do Brasileiro se transformou em um tombo. O time perdeu por 2 a 1 para o Tombense, nesse domingo (27), em Minas Gerais, após sair na frente. O gol azul e branco foi marcado por Igor Paixão, mas após falha de Cristian, que fez pênalti, a equipe mineira deixou tudo igual e a poucos minutos do fim Alípio fez o segundo do Gavião Carcará. Um "castigo" para a apatia da equipe quando esteve à frente no placar. 

Alemão analisa derrota e promete outra postura contra o vice-líder
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
 



Com o resultado, o LEC deixou o G4 e agora figura na quinta colocação, com 11 pontos. “Primeiro tempo muito bom. Tivemos dez minutos de pressão do adversário e depois equilibramos, jogamos com a ‘bola no chão’. Chegamos três, quatro vezes na condição de fazer o gol. No segundo tempo caímos muito de produção. Muito chutão, bola não funcionou nas nossas beiradas e isso fez com que levássemos uma certa pressão. Em dois erros de marcação na bola parada levamos os gols. Infelizmente, custou a derrota e ficamos tristes com isso”, lamentou o técnico Alemão. "Vamos continuar trabalhando e levantar a cabeça", acrescentou.




TRINCA DIFÍCIL

Depois de uma sequência positiva encarando times da parte de baixo ou do meio da tabela, como o caso do Tombense, o Londrina terá pela frente três adversários que lutam pelo acesso em praticamente uma semana. Na quinta-feira (1º), enfrenta o Brusque, às 20h, fora de casa, em confronto atrasado da 6ª rodada. No domingo (4), recebe o Volta Redonda, às 16h, no estádio do Café. Já no dia oito, quinta-feira, viaja para compromisso com o Criciúma. 


Na visão do comandante alviceleste é possível uma atuação em campo no mesmo nível, a começar pelo Brusque, líder da competição. “O Brusque fez final de estadual, é forte, vem tendo vitórias e vamos jogar de igual para igual, como viemos para jogar com o Tombense”, projetou Alemão. O Tombense vinha de quatro partidas sem vencer, sendo três derrotas. 


GOL COM PAIXÃO 

O Tubarão iniciou a partida assustando o adversário. Com três minutos, Júnior Pirambu, sozinho dentro da área, desperdiçou grande chance após chutar para fora. A resposta do Tombense só veio aos 24 minutos, numa cobrança de falta em que a defesa alviceleste apareceu para salvar quase em cima da linha do gol.  

 

Mas não demorou para o zero sair do placar. Adenílson pegou a bola no campo de defesa, deu passe na medida para Matheus Bianchi, que mandou uma “bomba" na trave. A bola voltou e Igor Paixão aproveitou, colocando no fundo da rede, sem chances para o goleiro Felipe, aos 35 minutos.  


VIRADA

O Tombense voltou para a etapa complementar pressionando, entretanto, sem acionar o goleiro Dalton. Já o LEC abdicou de jogar e mais defendeu do que atacou, influenciado pelas alterações promovidas pelo técnico Alemão, que reforçou o meio de campo com volantes. O panorama do duelo só mudou aos 28 minutos. Ramon foi segurado por Cristian dentro da área e o árbitro baiano Ricarle Batista sinalizou pênalti. Alípio converteu, deixando tudo igual em Minas Gerais.   


O Londrina ameaçou uma reação, mas sem criatividade, pouco fez. Quando o confronto parecia terminar em igualdade, Alípio apareceu de novo. Em cobrança de escanteio, o camisa 20 do Gavião Carcará subiu mais alto do que os marcadores, garantindo a vitória para o Tombense, aos 48 minutos. 


“As mudanças do segundo tempo não surtiram efeito, ficamos muito com a bola e isso fez com que atacássemos pouco. Levamos dois gols de bola que ‘estava no nosso pé’. Tento, com os jogadores que temos, fazer o melhor para o time. Estávamos tendo dificuldade no meio de campo (no segundo tempo), coloquei um jogador (Chicão) mais novo, forte, para que pudéssemos fortalecer nosso sistema defensivo, mas não foi um dia feliz. Errou muitos passes e isso acabou atrapalhando nosso trabalho”, reconheceu. 



 

 

Alemão analisa derrota e promete outra postura contra o vice-líder
 



EM TOMBOS (MG)  

TOMBENSE 2 – Felipe; David, Admilton, Ramon e João Paulo; Marquinhos, Denner (Falcão) e Ibson (Jhemerson); Maycon Douglas (Daniel Cruz), Eduardo (Alípio) e Gabriel Lima. Técnico: Julinho Camargo  

LONDRINA 1 – Dalton; Gedeílson, Zé Pedro, Jéferson (Cristian) e Alan Cardoso; Escobar, Matheus Bianchi (Wilker) e Adenílson; Igor Paixão (Chicão Amorim), Danilo (Vagner) e Júnior Pirambu (Carlos Henrique).  Técnico: Alemão  

Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (BA)  



Local: Estádio José Américo de Almeida Filho (Almeidão)

Gol: Igor Paixão aos 35 minutos do 1º tempo e Alípio aos 29 e 47 do 2º tempo 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo