|
  • Bitcoin 140.026
  • Dólar 4,7700
  • Euro 5,1182
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 23/04/2022, 20:00

Live de Casimiro e Leifert tem piada sobre cocô e falhas de transmissão

PUBLICAÇÃO
sábado, 23 de abril de 2022

ADRIANO WILKSON
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Quando o meia uruguaio Pablo Siles caiu no campo da Arena da Baixada, Casimiro Miguel e Tiago Leifert começaram a especular o que poderia ter havido com ele. O diálogo entre os dois e os minutos que o seguiram mostram o tom da transmissão de Atlhetico-PR 1 x 0 Flamengo, que teve muito bom humor, mas pouca informação, além de falhas de geração de imagem e som. O streammer tem um acordo para transmitir em seu canal da Twitch todos os jogos do time paranaense em casa no Brasileiro.

Casimiro: "Isso aí é posterior."

Leifert: "Acho que isso é abdômen. Teve uma lesão abdominal."

Casimiro: "Você fez medicina, Tiago?"

Leifert: "Não, mas me machuquei muito já. Ele está ali com a mão na barriga. Pode ser costela. Apendicite?"

Casimiro: "No chat tão dizendo que é vontade de cagar. Às vezes dá uma pontada foda!"

Todos riram da (boa) piada, mas o comentarista Guilherme Beltrão, anunciado pelo anfitrião da live como "um dos principais expoentes do comentarismo de bobagem", informou que um jogador da NBA uma vez fingiu uma lesão para ir ao banheiro no meio de uma partida. Enquanto os três se divertiam com a cena curiosa protagonizada pelo meia atleticano, o público ficou sem ter certeza sobre a natureza e a extensão da lesão. Quando Siles finalmente foi substituído, nem os comentaristas, nem o narrador, nem o repórter em campo explicaram quem entrou em seu lugar e como a mudança afetaria o comportamento do time da casa.

Um dos maiores streammers do país, conhecido por vídeos em que reage ao preparo de lanches, a anúncios de casas de luxo e a muitas outras coisas, Casimiro leva seu estilo carismático e descontraído para as transmissões de jogos. No seu canal não cabem os comentaristas sisudos que falam de futebol como falariam de mecânica quântica. O clima de bate-papo entre amigos engaja o público, que parece se divertir muito, a julgar pelo ritmo frenético dos comentários no chat.

Mas talvez haja espaço para mais informação, análise e equilíbrio, características que o espectador se acostumou a ter e a exigir nas transmissões tradicionais da TV. No final do primeiro tempo, ao ser chamado a comentar o jogo até aquele momento, Casimiro disse que o Flamengo não estava bem e passou a listar uma série de flamenguistas que jogavam mal. Pareceu esquecer que quem ganhava o jogo em casa, com estádio cheio, era o Athletico. Durante toda a transmissão, Casimiro, Leifert, Beltrão (flamenguista assumido) e o narrador Raoni Pacheco, deram pouca atenção ao time da casa, preferindo comentar o desemprenho dos cariocas.

Enquanto um jogador do Athletico era entrevistado pela TV do clube no intervalo, o repórter preferiu fazer brincadeiras com um segurança, que não deu muita bola.

O Athletico foi o único clube do Brasileiro que não fechou acordo de pay-per-view com a Globo, o que permitiu o contrato com a Live Mode e a transmissão de seus jogos na Twitch.

O clima de descontração não escondeu as falhas. Quando o Atlhetico fez seu gol, o placar demorou pra ser atualizado. O cronômetro sumiu da tela durante parte do segundo tempo. Leifert saiu da transmissão ou ficou mudo algumas vezes, sem razão aparente. No intervalo da partida, a transmissão toda ficou muda por longos minutos, enquanto os comentaristas seguiam falando, mesmo com insistentes avisos do chat.

Casimiro informou que teve problemas com o software que usa para fazer suas lives, o que teria gerado as falhas. Ao final da transmissão, Leifert disse que erros como esses são normais "para quem está começando".

"Esse tipo de coisa acontece na TV que já faz isso há 70 anos. Vai acontecer também com a gente, que está começando. Tenho muito orgulho de fazer parte disso", afirmou. Leifert e Casimiro farão a transmissão de Altos-PI x Flamengo pela Copa do Brasil no dia 1º de maio, dessa vez pela Amazon Prime.