|
  • Bitcoin 124.566
  • Dólar 5,0932
  • Euro 5,2623
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 19/07/2022, 15:41

Lisca pede demissão do Sport e fica livre para assinar com o Santos

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 19 de julho de 2022

GABRIELA BRINO E LUCAS MUSETTI PERAZOLLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Lisca pediu demissão do Sport nesta terça-feira (19) e aguarda a rescisão para assinar com o Santos. O técnico já havia dito "sim" ao clube santista na segunda (18), antes mesmo da partida contra o Vila Nova, na Ilha do Retiro, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

O empresário Jorge Machado é quem cuida do distrato com a equipe pernambucana e do pagamento da multa rescisória. A expectativa é que Lisca chegue em Santos nesta quarta (20).

Em entrevista coletiva, o treinador despistou e disse que não sabia de nenhuma proposta do Santos e culpou a imprensa pelos xingamentos da torcida do Sport durante o jogo. Hoje, ele pediu para sair. A diretoria do Sport entende que Lisca armou um "circo" para tentar justificar a sua saída após apenas quatro jogos.

Lisca chega ao Santos para substituir Fabián Bustos, demitido no dia 6 de julho. O contrato, como de praxe na gestão do presidente Andres Rueda, está nas normas básicas da CLT e sem multa rescisória.

Lisca foi recomendado por Newton Drummond. O novo executivo de futebol do Santos trabalhou com o treinador no Internacional e já havia tentado levá-lo para outros clubes onde foi dirigente, como na Chapecoense.

A principal missão de Lisca é devolver a paz ao Santos. O time vive crise após ser eliminado na Sul-Americana e Copa do Brasil e ocupa a 10ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 22 pontos. O clube entende que o novo técnico pode fazer o elenco recuperar a confiança.

Mesmo com o anúncio iminente de Lisca, o Santos pode ter o auxiliar Marcelo Fernandes mais uma vez como interino contra o Botafogo nesta quarta (20), na Vila Belmiro, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.