São Paulo, 10 (AE) - Após reclamar da chegada do lateral-direito Luís Paulo, contratado pela diretoria do São Paulo sem que ele sequer fosse consultado, o técnico Levir Culpi agora ataca um dos símbolos de orgulho dos dirigentes do clube: o Centro de Treinamento da Barra Funda.
O novo treinador do São Paulo diz que o CT precisa de reformas
principalmente nos vestiários e de uma nova política de utilização dos gramados. Além disso, reclama da realização do Torneio Constantino Cury, que começa no próximo domingo, no Morumbi, sem que Levir Culpi tenha time para colocar em campo. A diretoria não gostou das críticas do técnico.
Levir Culpi acha que além de contratar jogadores, o clube precisa investir na sua própria estrutura. Diz que vai levar aos engenheiros do São Paulo algumas idéias utilizadas na Toca da Raposa, onde o Cruzeiro (ex-clube de Levir) treinava. "Não gostei do espaço destinado aos atletas no vestiário, é muito apertado", afirma Levir Culpi. Os dirigentes retrucam. "Em mais de dez anos ninguém nunca reclamou do CT", comenta o diretor de Futebol José Dias, descontente com a atitude do treinador. "Essas queixas não deveriam ser passadas para a imprensa."
O técnico acrescenta que o estado do gramado está regular, "mas não se pode deixar tantos times estrangeiros treinando no local". O CT foi utilizado pelo Al Nassr e Real Madrid durante os jogos em São Paulo do Mundial de Clubes, e hoje foi utilizado pelo Uralan da Rússia, que vai participar do torneio amistoso com o São Paulo, a seleção do Haiti e o Avaí de Santa Catarina.
O técnico também é contra a realização de rodadas duplas no Morumbi, como aconteceu no Mundial de Clubes e como está programado no Torneio Constantino Cury. "Não podíamos negar um pedido da Fifa que queria o CT para os clubes treinarem", explicou o diretor José Dias.
Sobre a contratação de Luís Paulo, Levir espera que o jogador corresponda nos treinamentos. O treinador conta no momento com 22 jogadores, além de Fabiano, Fábio Aurélio, álvaro e Edu, que estão na seleção Sub-23. Levir quer ainda promover alguns garotos do time de juniores. Como ele pretende contar com no máximo 25 atletas, alguns jogadores serão dispensados.
Levir quer reforçar a defesa do São Paulo. Diz que do meio-de-campo para frente, o time está bom. "Precisamos urgentemente da contratação de dois ou três laterais", afirma o treinador. Reginaldo Araújo, do Coritiba, poderá ser a próxima novidade. O zagueiro Nenê, do Corinthians, foi oferecido ao clube.
Os volantes Belletti e Axel se reapresentaram hoje ao São Paulo. Eles estavam no Atlético-MG e Atlético-PR, respectivamente. Levir quer que a diretoria acerte a permanência de ambos no clube. O atacante Evair, recém-contratado, foi a principal atração da equipe na reapresentação do elenco hoje. França tem proposta para se transferir para a Juventus de Turim.
O São Paulo estréia no torneio que ele próprio organiza no próximo domingo, contra o Avaí, a contragosto de Levir Culpi. "Acho um absurdo voltar a treinar na segunda depois das férias e ter de jogar já no domingo", reclama o treinador.