Apesar de o São Paulo não ter garantido matematicamente a sua classificação para a segunda fase da Copa João Havelange, o técnico Levir Culpi já faz planos para a etapa seguinte. A meta do treinador é acabar com as constantes modificações que tem feito na equipe, vice-líder da disputa, com 35 pontos, e praticamente classificada.
Além das mudanças provocadas por contusões, suspensões e convocações de seus jogadores para seleções que disputam as eliminatórias, Culpi tem promovido substituições por motivos táticos.
O meio-campo é o setor que mais sofre alterações. Alexandre, Maldonado, Fabiano, Fábio Simplício, Beto, Carlos Miguel e Souza se revezam nas quatro vagas. ‘‘O time precisa de um equilíbrio maior. Espero que a gente possa começar a próxima fase com uma formação definida, sem precisar fazer tantas mudanças’’, declarou o técnico.
Mas Culpi pode voltar alterar o meio-campo na partida contra o Juventude, domingo, pois o volante Alexandre sente dores na coxa direita e é dúvida. O lateral-esquerdo Gustavo, que se recupera de uma contusão no pulso esquerdo, deve jogar.