|
  • Bitcoin 151.516
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/04/2022, 10:46

Leclerc domina e vence GP da Austrália; Verstappen quebra e Hamilton é 4º

PUBLICAÇÃO
domingo, 10 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Charles Leclerc, da Ferrari, venceu sua segunda corrida na temporada 2022 da Fórmula 1. Largando na ponta, o piloto monegasco dominou toda a corrida, não foi ameaçado e garantiu a vitória com bastante tranquilidade. Sérgio Pérez, da Red Bull, ficou em segundo lugar, com George Russell, da Mercedes, fechando o pódio.

Com os resultados deste domingo (10), Leclerc disparou na primeira posição da temporada, agora com 71 pontos — ele somou 26, já que também conseguiu a volta mais rápida da corrida. Russell é o vice-líder, com 37 pontos, seguido de perto por Carlos Sainz, também da Ferrari, com 33. Sergio Perez, com 30, e Hamilton, da Mercedes, com 28, fecham os cinco primeiros colocados.

Lewis Hamilton, da Mercedes, largou na quinta posição, chegou a ficar em terceiro logo no início, mas foi ultrapassado por Sérgio Pérez e George Russell. No fim, o britânico ainda herdou uma posição de Verstappen, que abandonou, e fechou em quarto.

LARGADA

Leclerc e Verstappen, na primeira fila, largaram bem e mantiveram suas posições. Mudanças só nas fileiras de trás, com destaque para Lewis Hamilton, da Mercedes - positivo -, e Carlos Sainz, da Ferrari - negativo.

Hamilton, que largou em quinto, na terceira fila, fez ótima manobra e superou os dois adversários imediatamente à frente: Lando Norris, da McLaren, e Sérgio Pérez, da Red Bull.

Carlos Sainz, que largou em nono, praticamente não saiu do lugar no momento da largada e perdeu quatro posições, ficando em 13º.

SAINZ ENCERRA FIM DE SEMANA COMPLICADO

Após sofrer durante os treinos classificatórios e conseguir apenas o nono lugar, Carlos Sainz, que viu o companheiro Leclerc, da Ferrari, fazer a pole, completou o seu fim de semana complicado nas duas primeiras voltas em Albert Park.

Aparentemente afobado após largar muito mal e perder quatro posições, Sainz saiu do traçado, entrou na grama, rodou, atravessou — perigosamente — a pista e foi parar na brita do outro lado, forçando a entrada do safety car no circuito até a sexta volta.

HAMILTON x PEREZ

Enquanto Leclerc abria vantagem na frente, a grande batalha da primeira metade da corrida foi protagonizada por Lewis Hamilton, da Mercedes, e Sérgio Pérez, da Red Bull.

Após largar muito bem e tomar a posição de Sérgio Pérez logo de cara, Hamilton não conseguiu abrir vantagem, já que o safety car entrou na pista na segunda volta. Com o carro claramente mais lento, o britânico não conseguiu segurar a posição por muito tempo. Na volta 10, Pérez atacou e retomou o terceiro lugar. Mas a briga entre os pilotos não parou por aí.

Aos poucos, de forma inesperada, Hamilton conseguiu ganhar ritmo e se aproximar de Pérez. Até que na volta 20, o piloto da Mercedes tentou ultrapassar o mexicano, que fechou a passagem e, na sequência, foi para os boxes. O britânico aproveitou a parada do adversário, fez uma ótima volta e recuperou a posição.

Na volta 24, com Pérez voltando a andar em um ritmo melhor, a briga se intensificou de novo. O piloto mexicano conseguiu a ultrapassagem por fora do traçado e se defendeu bem, para voltar a ficar à frente de Hamilton, que não pode mais atacar porque um safety car entrou na pista.

VETTEL BATE SOZINHO

Sebastian Vettel, da Aston Martin, já tinha dado sinais de que não estava bem na corrida. Logo que o primeiro safety car saiu, ele já havia deixado a pista, mas conseguiu se recuperar rápido.

Na volta 24, porém, o tetracampeão mundial perdeu o controle do carro, e acertou o muro. Safety car na pista mais uma vez, por três voltas.

Melhor para George Russell, que estava nos boxes durante a entrada do safety car e conseguiu voltar à frente de Hamilton, seu companheiro de equipe. No fim das contas, Sérgio Pérez também conseguiu ultrapassar Russell.

VERSTAPPEN ABANDONA

Max Verstappen estava em segundo lugar quando disse que sentiu um cheiro estranho de líquido, avisando a equipe e encostando o carro, antes que este começasse a pegar fogo. O socorro chegou rápido e as chamas não se alastraram.

Esta é a segunda vez no ano que Verstappen não consegue completar uma corrida — já havia acontecido no GP do Bahrein.

Veja a classificação final do GP da Austrália:

1. Charles Leclerc (Ferrari)

2. Sergio Pérez (Red Bull)

3. George Russell (Mercedes)

4. Lewis Hamilton (Mercedes)

5. Lando Norris (McLaren)

6. Daniel Ricciardo (McLaren)

7. Esteban Ocon (Alpine)

8. Valtteri Bottas (Alfa Romeo)

9. Pierre Gasly (AlphaTauri)

10. Alexander Albon (Williams)

11. Ghanyu Zhou (Alfa Romeo)

12. Lance Stroll (Aston Martin)

13. Mick Schumacher (Haas)

14. Kevin Magnussen (Haas)

15. Yuki Tsunoda (AlphaTauri)

16. Nicholas Latifi (Williams)

17. Fernando Alonso (Alpine)

18. Max Verstappen (Red Bull) - não completou

19. Sebastian Vettel (Aston Martin) - não completou

20. Carlos Sainz (Ferrari) - não completou