|
  • Bitcoin 150.538
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2113
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 16/04/2022, 17:46

Jogo do Francês é suspenso após protesto com bomba contra 777 Partners

PUBLICAÇÃO
sábado, 16 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Ao mesmo tempo em que o negócio entre Vasco e 777 Partners foi visto com bons olhos por parte da torcida cruzmaltina, a venda do Red Star FC - o "primo pobre" do Paris Saint Germain - não foi bem aceita pelos torcedores franceses. Nesta sexta-feira, durante partida contra o Sète 34, os aficionados do clube parisiense protestaram com bomba e causaram a suspensão do duelo.

As negociações avançadas entre o Red Star e a 777 Partners causou revolta na torcida do clube localizado em Saint-Ouen, ao norte da metrópole de Paris. Muito por conta do viés político dos torcedores, com ideias à esquerda e valores humanistas, orgulhosos de estarem do lado oposto aos grandes ricos do futebol, a possível venda do clube sofre forte rejeição.

Mesmo antes de a bola rolar, diversas faixas '777 fora' e '777 não é permitida' (em tradução livre) foram expostas nas arquibancadas. Durante o duelo, torcedores jogaram sinalizadores e explosivos dentro do campo e a partida chegou a ser paralisada em três oportunidades antes de ser suspensa - o Red Star perdia por 1 a 0.

De acordo com o coletivo de torcedores do clube, o 'Collectif RS Bauer', em postagem nas redes sociais, "a prioridade da 777 não é o esporte" e que "a 777 possui outros clubes, então o Red Star seria o quinto clube da rede". Segundo informações, um dos maiores orgulhos do torcedor é ser fortemente oposto às riquezas permeiam o futebol europeu e, principalmente, o PSG.