|
  • Bitcoin 102.564
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4903
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/06/2022, 21:48

Jogadores do Inter divulgam nota, prometem empenho e negam boicote a treino

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de junho de 2022

MARINHO SALDANHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - No início da noite desta quarta-feira (1º), os jogadores do Internacional divulgaram uma nota oficial sobre os fatos ocorridos ao longo do dia. Pela manhã, o elenco se negou a treinar em razão de pagamentos atrasados. Depois de reunião com a diretoria, um acordo foi firmado e o elenco retomou atividades normais.

No documento, divulgado nas redes sociais de todos os jogadores, eles afirmam que não boicotaram a atividade, mas, em acordo com a direção, optaram pelo cancelamento do treino até que tudo fosse acertado.

"Após alguns meses com valores em atraso, vínhamos conversando com o clube, sem vazar nenhuma informação, preservando a imagem da instituição e buscando solucionar de forma interna o problema. Hoje, em comum acordo, foi cancelado o treinamento da manhã para que a direção propusesse alguma solução concreta e definitiva", diz trecho da nota.

Em outra parte, os jogadores dizem que não há um líder específico para o movimento, mas uma ação coletiva. Mais cedo, Taison havia desabafado sobre ter sido colocado no posto de 'líder de rebelião'.

"Ressaltamos que essa decisão foi tomada em comum acordo entre o grupo de atletas e a diretoria, não havendo boicote ou greve, mas sim um acordo entre todos. Importante salientar também que, por parte do grupo de atletas, a atitude foi aceita de forma unânime, não havendo um líder. Pensamos de forma coletiva, assim como sempre fomos", afirma outro trecho.

Por fim, o elenco prometeu empenho e garantiu que nada abalará suas ações em campo.

"Saibam que entrega, dedicação e vontade de vencer nunca vai faltar da nossa parte, pois respeitamos muito essa instituição e o torcedor", salienta a manifestação coletiva.

*

COFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Nós, grupo de jogadores do Internacional, viemos público esclarecer os acontecimentos amplamente divulgados nesta quarta-feira, 1º de junho.

Após alguns meses com valores em atraso, vínhamos conversando com o clube, sem vazar nenhuma informação, preservando a imagem da instituição e buscando solucionar de forma interna o problema. Hoje, em comum acordo, foi cancelado o treinamento da manhã para que a direção propusesse alguma solução concreta e definitiva.

Ressaltamos que essa decisão foi tomada em comum acordo entre o grupo de atletas e a diretoria, não havendo boicote ou greve, mas sim um acordo entre todos. Importante salientar também que, por parte do grupo de atletas, a atitude foi aceita de forma unânime, não havendo um líder. Pensamos de forma coletiva, assim como sempre fomos.

Sabemos do incondicional amor que a torcida tem pelo clube e nós nos sentimos muito orgulhosos de vestir essa camisa. Saibam que entrega, dedicação e vontade de vencer nunca vai faltar de nossa parte, pois respeitamos a instituição e o torcedor.

Também gostaríamos de lembrar, que assim como todo e qualquer trabalhador, dependemos do nosso salário. Temos filhos, família, e nossos compromissos para cumprir.

Agradecemos a direção, que buscou as soluções e equalizou parte dos vencimentos em atraso, além de dialogar sobre o valor ainda em aberto.

O Internacional é gigante e sempre será! Tem ao seu lado milhões de apaixonados e saibam que, enquanto estivermos aqui, estaremos lutando por essa camisa dentro de campo e buscando sempre os mesmos objetivos.