|
  • Bitcoin 105.148
  • Dólar 5,2019
  • Euro 5,4318
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 04/06/2022, 17:59

Itália e Alemanha empatam em jogo com boas oportunidades na Liga das Nações

PUBLICAÇÃO
sábado, 04 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

MACEIÓ, AL (UOL/FOLHAPRESS) - Itália e Alemanha fizeram um jogo cheio de chances e empataram em 1 a 1 na tarde deste sábado (4) pela Liga das Nações. Pellegrini e Kimmich foram responsáveis pelos gols da partida, ambos no segundo tempo. Além deles, o goleiro Donnarumma foi um dos destaques da partida, salvando a Azzurra em mais de uma oportunidade.

O grupo 3 da Liga das Nações é liderado pela Hungria, que venceu a Inglaterra por 1 a 0 na manhã de hoje. Os próximos jogos acontecem no meio de semana. Na terça-feira (7), a Alemanha pega a Inglaterra, e a Itália enfrenta a Hungria. Os dois jogos estão marcados para as 15h45.

JOGO

O primeiro tempo iniciou com um domínio da Alemanha. A Itália não conseguia passar do meio de campo, presa na marcação alemã, mas a primeira boa chance surgiu num ataque italiano, aos oito minutos. Scamacca foi lançado pela esquerda, avançou e chutou cruzado, pertinho da trave de Neuer. O lance foi anulado por impedimento.

Aos 14, Gnabry saiu na velocidade do lado direito do ataque, driblou dois marcadores, entrou na área e mandou uma bomba. Donnarumma chegou na bola e fez ótima defesa. Aos 25, foi Florenzi quem salvou a Itália, após um chute de Müller.

Nove minutos depois, a melhor chance da primeira etapa saiu dos pés de Scamacca numa jogada de 'sorte'. É que ele tentou um passe de calcanhar na meia-lua, mas errou e a bola sobrou no pé dele. O atacante encheu o pé e chutou rasteiro no cantinho de Neuer; a bola bateu na trave e saiu.

A Alemanha chegaria com perigo mais uma vez, com Gnabry em um contra-ataque com cinco jogadores. Müller tentou o chute, Kimmich também, mas a bola sobrou para o atacante, que emendou o chute de canhota, por cima do travessão.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Scamacca mais uma vez teve uma boa chance. Ele recebeu bom cruzamento da entrada da pequena área, mas não conseguiu acertar o cabeceio e mandou para fora, à direita do gol defendido por Neuer.

Foi o goleiro alemão quem apareceu três minutos depois, após um novo avanço de Scamacca. Ele fez boa jogada individual e passou para Tonali, que não conseguiu fazer o domínio e Neuer foi em cima para ficar com a bola. Ele defenderia ainda mais uma vez, aos sete minutos, após uma bicicleta meio sem jeito de Scamacca.

Foram os dribles de Gnonto que começaram a jogada do gol de Pellegrini, aos 24. O garoto de 18 anos fez um bom lance, driblou Kehrer e cruzou fechado para o meio da área. Pellegrini, sozinho, conseguiu completar para o fundo da rede, sem chance de defesa para Neuer.

Mas a alegria italiana durou pouco. Hofmann conseguiu ficar com a bola no lado direito do ataque e cruzou com força. Werner se atrapalhou na hora de dominar a bola, que sobrou para Kimmich. O volante encheu o pé e Donnarumma sequer conseguiu ir atrás. O lance foi revisado por conta de um possível toque de mão de Werner, mas o VAR não encontrou irregularidades.

Com o empate, os alemães também voltaram ao jogo. Aos 32, Gündogan recebeu na entrada da área e chutou. Donnarumma defendeu em dois tempos. Um minuto depois, porém, a pressão continuou e Kimmich emendou um chute com força, de longe, obrigando o goleiro a usar dos reflexos para impedir o gol. Havertz tentou nos acréscimos, aos 48', em um chute forte, mas Donnarumma defendeu novamente.

FICHA TÉCNICA

ITÁLIA 1 x 1 ALEMANHA

Motivo: 1ª rodada do Grupo 3 da Liga das Nações

Data: 04/06/2022

Local: Renato Dall'Ara

Hora: 15h45 (de Brasília)

Cartões amarelos: Pellegrini (ITA), Florenzi (ITA), Kehrer (ALE), Tonali (ITA), Havertz (ALE), Timo Werner (ALE), Cancellieri (ITA)

Gols: Pellegrini (ITA), aos 24 minutos do segundo tempo, e Kimmich (ALE), aos 27 minutos do segundo tempo.

ITÁLIA

Donnarumma; Florenzi, Acerbi, Bastoni e Biraghi (Dimarco); Cristante, Tonali (Pobega) e Frattesi (Ricci); Pellegrini, Politano (Gnonto) e Scamacca (Cancellieri). Técnico: Roberto Mancini.

ALEMANHA

Neuer; Kehrer, Rudiger, Sûle e Henrichs; Kimmich e Goretzka (Gündogan); Gnabry (Raum), Müller (Havertz) e Sané (Musiala); Werner. Técnico: Hansi Flick.