Imagem ilustrativa da imagem INTERNACIONAL 2X3 FIGUEIRENSE<br> Cochilo, virada e adeus à vice-liderança




O discurso antes do jogo era de que o mês de setembro, com jogos quarta e domingo, seriam determinantes no Brasileirão. Nada melhor, então, do que vencer o primeiro compromisso, dentro do Beira-Rio, certo? Só que, depois de abrir 2 a 0 e se aproximar do objetivo, o Internacional permitiu a virada ao Figueirense, com dois gols em três minutos e após os 30 do segundo tempo.O placar de 3 a 2 frustrou os planos de se aproximar do líder Cruzeiro, que empatou na rodada, e ainda tirou o Inter vice-liderança, agora ocupada pelo São Paulo.
A derrota no Beira-Rio é mais uma da série de insucessos em casa. Na Série A, perdeu também para o Tricolor paulista, além de derrotas para Ceará, na Copa do Brasil, e Bahia, na Sul-Americana
Poucos minutos antes de o jogo começar, o Fluminense fez o gol de empate contra o Cruzeiro. Logo, os colorados sabiam que poderiam se aproximar da primeira colocação. Era a motivação perfeita.
Os gols saíram com participação de D.Alessandro em jogadas pela esquerda. Primeiro, o camisa 10 lançou Fabrício. Tiago Volpi e Marquinhos se atrapalharam, e o goleiro cometeu pênalti no lateral do Inter, que D.Ale converteu aos 17.
O Inter seguiu em cima. Não deu chances ao Figueira e chegou ao segundo gol aos 34. Após falta sofrida pelo argentino, pela esquerda, Alex cobrou na área. O rebote caiu no pé esquerdo de Paulão, que marcou um belo gol da meia-lua.
O segundo tempo tinha tudo para ser tranquilo para os colorados.Mas o Figueirense voltou fazendo à invencibilidade de seis jogos. Everaldo, aos 5, aproveitou passe de Clayton e desviou na saída de Dida para descontar. O jogo amornou e teve até gol anulado de Rafael Moura. Mas, em dois minutos, Marco Antônio, em cobrança de falta, e Giovanni Augusto, em jogada individual, viraram para os catarinenses. E ampliaram o jejum colorado em casa.

PROTESTOS COLORADO É VAIADO E TORCIDA PEDE SAÍDA DE ABEL O Inter sofreu a terceira derrota em quatro jogos no Brasileirão, e o clima no clube não será dos melhores nesta semana. Após a derrota de virada por 3 a 2 para o Figueirense, que já esteve na lanterna do Brasileiro, os jogadores colorados deixaram o campo sob vaias, e o técnico Abel teve sua saída pedida pela torcida, que o chamou de .burro. O meia Alex lamentou o relaxamento da equipe na segunda etapa e cobrou atenção do Colorado. - Quando a gente só joga meio tempo, as coisas acontecem assim. Achamos que estava resolvido. Temos que ficar ligados sempre. Depois de um jogo totalmente controlado, permitimos que virasse tudo com aquele gol rápido, infelizmente – disse o meia-atacante. - Saíram para o tudo ou nada e conseguiram fazer os gols. Eles não tinham nada a perder É normal, nada mais que normal. Estamos em casa com o nosso torcedor. Saímos chateados como eles - tentou justifica o goleiro Dida. Após a partida, torcedores do Internacional invadiram a zona mista, protestando contra a equipe e o presidente Giovanni Luigi.
Imagem ilustrativa da imagem INTERNACIONAL 2X3 FIGUEIRENSE<br> Cochilo, virada e adeus à vice-liderança