|
  • Bitcoin 141.421
  • Dólar 4,8152
  • Euro 5,1437
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 17/04/2022, 19:18

Há 29 anos, Ayrton Senna ganhou troféu do Sonic após vitória na Inglaterra

PUBLICAÇÃO
domingo, 17 de abril de 2022

ARTHUR SANDES
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Uma pilotagem histórica de Ayrton Senna marcou a Fórmula 1 para sempre no Grande Prêmio da Europa de 1993, em Donington Park. Foram quatro ultrapassagens logo na primeira volta, com pista molhada, e vitória irretocável no final. O mais curioso, porém, aconteceu no pódio, onde o brasileiro levantou um troféu inusitado: um Sonic, o ouriço mais famoso dos videogames que está em cartaz novamente nos cinemas com Sonic 2: O Filme.

O troféu foi parte de uma campanha publicitária da Sega, uma das grandes desenvolvedoras de videogames nos anos 1990 e da qual Sonic era o mascote e sucesso de vendas em sua franquia de jogos. A empresa já patrocinava a equipe Williams e resolveu também comprar os direitos da corrida em Donington Park, o que explica o ouriço no pódio.

Esta vitória de Senna completou 29 anos na última segunda-feira (11). Ele largou na quarta posição, caiu para quinto na primeira curva, mas escalou para assumir a liderança ainda na primeira volta, após ultrapassar Michael Schumacher, Karl Wendlinger, Damon Hill e seu eterno rival Alain Prost.

Senna chegou a ter problemas no pit stop com a McLaren e por isso perdeu a liderança, mas a retomou em seguida para confirmar a vitória. Ele deu uma volta em quase todos os outros 11 carros que completaram aquela corrida -só não em Damon Hill, o segundo colocado. Alain Prost foi terceiro.

A vitória do brasileiro em Donington Park enterrou a estratégia de marketing pensada pela Sega, que antes do GP já era patrocinadora da Wiliams: havia adesivos na asa traseira e também na parte debaixo do cockpit dos carros, onde os pés do Sonic simulavam os pés dos pilotos. Prost e Hill chegaram inclusive a posar para fotos com o personagem.

A ideia, então, era que um deles vencesse o GP da Europa -ou XXXVIII Sega European Grand Prix. Prost garantiu a pole, e Hill completou a primeira fileira da Williams, mas Senna viria a estragar os planos. No fim talvez tenha sido uma sorte: a vitória do brasileiro foi tão histórica que a ação publicitária sobreviveu ao tempo.

Toda a história da corrida, do patrocínio com Sonic e da vitória sobre Prost motivaram Senna a fazer uma provocação pública a Prost e à Williams. Nas corridas seguidas, o brasileiro exibiu em seu carro da McLaren um adesivo de um ouriço atropelado, em referência ao GP da Europa.

O próprio Senna, porém, tinha negócios e boa relação com a Sega, inclusive estava sob contrato para a produção do segundo jogo da franquia "Ayrton Senna's Super Monaco GP", que simulava corridas e foi um sucesso no mundo inteiro.

O Mundial de 1993 foi o último disputado por Ayrton Senna do começo ao fim. Ele já era tricampeão (1988, 90 e 91), mas no ano anterior havia sido apenas o quarto colocado, assim desperdiçando uma boa chance na temporada em que Prost estava em "ano sabático" após demissão da Ferrari.

Com o rival de volta em 1993, os dois disputaram a liderança por todo o campeonato. Na reta final, porém, Senna abandonou três corridas importantes e viu Prost levar a melhor para se sagrar tetracampeão. Na temporada seguinte, Senna sofreu um acidente fatal em Ímola e morreu aos 34 anos.