|
  • Bitcoin 142.278
  • Dólar 4,8349
  • Euro 5,1785
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 25/04/2022, 20:58

Guga e Maria Esther Bueno concorrem a premiação no Hall da Fama do tênis

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 25 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Gustavo Kuerten, o Guga, e Maria Esther Bueno, grandes ídolos do tênis brasileiro, estão concorrendo a prêmios criados pelo Hall da Fama Internacional do tênis. Guga concorre em duas categorias e Maria Esther em uma.

Guga concorre ao prêmio de "melhor história de Cinderela" e "celebração mais icônica". Maria Esther Bueno briga pelo prêmio de "momento de orgulho nacional". O Hall da Fama Internacional do tênis, no total, criou cinco categorias para premiar.

Guga está no páreo de "melhor história de Cinderela" por conta do feito no Roland Garros de 1997, quando chegou ao torneio como o 66° no ranking e terminou como o grande campeão do evento pela primeira vez na carreira depois de eliminar os três campeões anteriores.

A categoria "celebração icônica" em que Guga concorre é por causa do famoso coração feito no saibro de Roland Garros, que o brasileiro fez com a raquete e depois deitou dentro para agradecer o apoio do público.

Maria Esther Bueno concorre no "momento de orgulho nacional" por ter ganhado um selo próprio nos correios com seu rosto após vencer, em 1959, Wimbledon e o US Open.