|
  • Bitcoin 121.475
  • Dólar 5,0599
  • Euro 5,2211
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/07/2022, 13:59

Guarani faz bom jogo e vence o Cruzeiro, que segue na liderança da Série B

PUBLICAÇÃO
sábado, 09 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro não teve uma grande jornada em Campinas, neste sábado (9). O clube não mostrou o futebol de rodadas anteriores e foi superado pelo Guarani, que venceu por 1 a 0, com gol de Mateus Ludke, em jogo disputado no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Foi apenas a 3ª derrota cruzeirense em 17 rodadas, que mantém boa vantagem para os adversários, mas verá essa diferença de pontos diminuir.

Se o Cruzeiro segue em situação confortável na Série B, a vitória deu um alento ao Guarani. A equipe de Campinas não deixou a zona do rebaixamento, mas a boa atuação diante do líder renovam a confiança para a sequência da competição.

A principal característica do Cruzeiro nesta Série B é a intensidade do que time, seja no jogos em Belo Horizonte ou como visitante. Mas diante do Guarani a Raposa não conseguiu marcar com a pressão de sempre, com também não conseguiu impor seu jogo ofensivo.

Talvez seja pelo horário da partida, que começou às 11h, ou até mesmo o foco no jogo seguinte, com o Fluminense, mas o Cruzeiro teve uma atuação abaixo do que apresentou até o momento na temporada.

A torcida do Cruzeiro compareceu em ótimo número no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Foram disponibilizados 1,4 mil ingressos para os cruzeirenses, que compraram todas as entradas de forma antecipada.

VAR

Aos 36 minutos do segundo tempo aconteceu o lance mais polêmico da partida. O goleiro Rafael Cabral fez uma defesa após tentativa de Lucão do Break, em cima da linha ou já dentro do gol. O fato é que os jogadores do Guarani chegaram a comemorar o gol, que não foi marcado pela arbitragem de campo. Na checagem do VAR, que durou pouco mais de dois minutos, não tinha uma imagem conclusiva para validar o gol. Então prevaleceu a marcação de campo e o jogo seguiu 1 a 0 para o time da casa.

Os minutos finais da partida foram de bastante confusão. Em pelo menos três momentos os jogadores do Cruzeiro e do Guarani trocaram empurrões. Por causa das paradas e da análise de um possível gol pelo VAR, o jogo foi até os 56 minutos do segundo tempo.

Numa manhã que faltou futebol, o Cruzeiro tentou o gol do empate na base do abafa. E quase deu certo, mas a cabeçada de Vitor Leque bateu no travessão.

A diferença de pontos do Cruzeiro sobre os concorrentes será encurtada nesta rodada. Seja para o vice-líder ou para o 5º colocado, já que Criciúma e Vasco se enfrentam em Santa Catarina. O jogo é neste sábado, às 16h30.

Agora o Cruzeiro dá uma pausa na Série B, para focar na Copa do Brasil. O próximo desafio da Raposa é diante do Fluminense, na terça-feira (12), no Mineirão. Como perdeu por 2 a 1 na partida de ida, o time estrelado precisa vencer por dois gols de diferença para avançar de fase. A vitória por um gol de vantagem levará a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

Estádio: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (FIFA/RJ)

Cartões amarelos: Lucão do Break (GUA)

Gols: Mateus Ludke aos 12min do 1º tempo

GUARANI

Kozlinski, Mateus Ludke, João Victor, Derlan e Lucas Ramon; Leandro Vilela, Silas (Índio) e Eduardo Person (Madson); Giovanni Augusto (Lucão do Break), Yago (Lucas Venuto) e Maxwell (Nicolas Careca). T.: Mozart Santos

CRUZEIRO

Rafael Cabral, Zé Ivaldo (Geovane Jesus), Lucas Oliveira e Eduardo Brock; Leo Pais, Willian Oliveira (Filipe Machado), Neto Moura e Rafael Santos; Daniel Júnior (Adriano), Breno (Vitor Leque) e Edu. T.: Paulo Pezzolano