|
  • Bitcoin 119.033
  • Dólar 5,1890
  • Euro 5,2828
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 03/07/2022, 14:25

Guanyu Zhou capota após acidente na largada do GP da Inglaterra; Sainz vence

PUBLICAÇÃO
domingo, 03 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O GP da Inglaterra de F1, disputado em Silverstone, foi interrompido neste domingo (3) ainda na primeira volta logo depois de um acidente envolvendo cinco pilotos, entre eles o chinês Guanyu Zhou, da equipe Alfa Romeo. Ele capotou várias vezes e se chocou contra um alambrado, bem próximo aos torcedores.

De acordo com a escuderia do chinês, ele foi retirado do carro consciente e foi encaminhado para o centro médico para ser avaliado.

Depois da corrida, Zhou postou uma foto nas redes sociais e disse que estava bem. "O halo me salvou hoje. Obrigado a todos pelas mensagens gentis!", escreveu.

Em nota, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) informou que o tailandês Alexander Albon, da Williams, também consciente, foi outro que precisou ser levado aos cuidados médicos devido à batida. Na sequência, foi encaminhado para um hospital próximo para fazer mais exames.

Além dos dois, George Russell (Mercedes), Esteban Ocon (Alpine) e Yuki Tsunoda (AlphaTauri) também se envolveram no acidente, mas saíram ilesos de seus carros.

A Liberty Media, responsável pela geração das imagens oficiais da F1, demorou cerca de 30 minutos para divulgar o momento do acidente, causando certa apreensão sobre o que havia acontecido com os pilotos.

Quando os vídeos foram reprisados, foi possível ver Pierre Gasly, da AlphaTauri, tocando em Russell, que bateu em Zhou, que capotou várias vezes e foi parar atrás da barreira de pneus, quase atingindo o público presente.

Minutos após o acidente, vários torcedores presentes tentaram invadir a pista, conforme informou a FIA. "Podemos confirmar que, após a bandeira vermelha, várias pessoas tentaram entrar na pista. Essas pessoas foram imediatamente removidas e o assunto agora está sendo tratado pelas autoridades locais".

A corrida ficou interrompida por uma hora, quando teve sua nova largada às 12h (de Brasília). Os pilotos que voltaram para a pista retornaram às posições originais de largada, como Carlos Sainz, da Ferrari, na pole.

O espanhol conquistou na Inglaterra a primeira vitória de sua carreira, depois de uma disputa intensa pelas primeiras posições. O mexicano Sergio Perez, da Red Bull, foi o segundo, e o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, completou o pódio em terceiro.

Líder do campeonato, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, teve um problema em seu carro e acabou cruzando a linha de chegada em sétimo.