|
  • Bitcoin 119.458
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/07/2022, 23:33

Grêmio vence o Náutico, chega a 11 jogos sem perder e encosta no Bahia

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de julho de 2022

JEREMIAS WERNEK
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio venceu o Náutico, nesta sexta-feira (8), pelo placar de 2 a 0. O jogo válido pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi de domínio gremista e manteve a série de invencibilidade do time gaúcho. Agora, são 11 rodadas sem derrota e distância menor em relação ao Bahia, terceiro colocado.

Ferreira, no primeiro tempo, e Bruno Alves, na etapa final, fizeram os gols do jogo. O placar poderia ter sido maior, pela produção do Grêmio, mas faltou pontaria ao time gaúcho.

O Grêmio agora tem 29 pontos, um a menos que o Bahia - que arrancou empate com o Vila Nova, em Goiânia, mais cedo. O Náutico segue com 18 pontos e em 17º lugar na tabela. O Vasco, segundo colocado, tem 31 pontos e ainda atua na rodada.

Na próxima rodada o Grêmio duela com o Tombense, em Porto Alegre, e o Náutico encara a Chapecoense, em Recife.

O melhor jogador do confronto foi Ferreira. O Meia-atacante voltou a ser titular depois de 84 dias e marcou o primeiro gol do jogo. Também foi o primeiro gol dele na temporada.

"Tem sido um ano difícil. Não tinha marcado (gol) ainda. Em minutagem não tenho nem três jogos, então é um gol importante. Importante também para mim, para o resto da temporada", disse Ferreira na saída do primeiro tempo, em entrevista ao Premiere.

O Grêmio foi melhor, bem melhor, do que o Náutico. Acertou a trave, chegou a botar seis jogadores dentro da área mais de uma vez, e abriu o placar antes do intervalo. Foram quase 20 conclusões no primeiro tempo e um domínio a partir da imposição.

O quarteto Campaz, Gabriel Teixeira, Ferreira e Diego Souza gerou volume perto da área do Náutico. O apoio de Nicolas foi importante, tanto que partiu do lateral a assistência para a conclusão certeira do camisa 10.

NÁUTICO RESISTE

No MMA, a luta mão-a-mão, franca, é chamada de "trocação". E o Náutico, por cerca de 15 minutos, fez um duelo aberto com o Grêmio. Victor Ferraz chegou a concluir com efeito e quase vibrou. A bola passou muito perto do canto esquerdo inferior. Mas ainda no primeiro tempo, o time de Recife se fechou por completo. Ocupou espaço, mas não foi bem. Assistiu o adversário apertar cada vez mais. Até balançar as redes antes do intervalo.

No segundo tempo, o Grêmio seguiu melhor, sem correr riscos, mas só foi obrigar o goleiro a fazer uma defesa no segundo tempo aos 33 minutos em um chute de Ferreira. Na sequência, Bruno Alves marcou de cabeça. O zagueiro conseguiu algo que os atacantes não conseguiram.

GRÊMIO

Gabriel; Rodrigo, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti (Lucas Silva), Bitello (Mateus Sarará), Gabriel Teixeira (Emerson), Campaz (Pedro Lucas) e Ferreira (Elias Manoel); Diego Souza. T.: Roger Machado

NÁUTICO

Lucas Perri; Carlão, Buno Bispo, João Lucas; Thassio (Julio), Victor Ferraz (Robinho), R. Franco, Luis Felipe (Nascimento) e Paulo Victor; Jean Carlos e Geuvânio (Niltinho). T.: Roberto Fernandes

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Público: 23.879 pessoas (22.309 pagantes)

Renda R$ 799.321,00

Juiz: Braulio da Silva Machado (SC)

VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Luis Felipe, Geuvânio, João Lucas, Thassio, Richard Franco, Jean Carlos (NAU)

Gols: Ferreira, aos 43 minutos do primeiro tempo (GRE); Bruno Alves, aos 34 minutos do segundo tempo (GRE)