Grêmio recebe garantias do Benfica e libera Everton Cebolinha para viajar


JEREMIAS WERNEK
JEREMIAS WERNEK

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Grêmio e Benfica estão na fase final da troca de documentos no negócio por Everton Cebolinha. Com a burocracia em estágio avançado, o jogador já recebeu a liberação para viajar a Portugal. O embarque deve ocorrer entre esta terça (11) e quarta-feira (12). O Benfica vai pagar cerca de 20 milhões de euros (R$ 127,5 milhões na cotação atual) para contratar o atleta.

O Grêmio exigiu receber à vista e adicionou cláusulas bônus para receber novos valores de acordo com o desempenho do jogador na Europa. O clube vai ficar com 65% dos 20 milhões de euros, além de adicionais por metas obtidas ao longo das temporadas em Portugal.



A diretoria do Grêmio aguarda os últimos papéis para emitir nota oficial. O texto vai oficializar o acordo que já existe desde a semana passada.

Cebolinha foi indicado ao Benfica por Jorge Jesus, que ligou para o atacante e irritou os dirigentes gremistas e Renato Gaúcho. O telefonema chegou a deixar a presença do jogador no Gre-Nal 426 sob dúvida. Contudo, Everton pediu para atuar contra o Inter.

Contratado junto ao Fortaleza no início de 2013, Everton se tornou titular absoluto em 2018. Dois anos antes, já tinha status de talismã do time, por marcar gols decisivos. Nas últimas duas temporadas, foi artilheiro do Grêmio e chegou à Seleção Brasileira, onde conquistou a Copa América de 2019 também sendo goleador.



Antes do Benfica, clubes como Napoli, Everton, Atlético de Madrid e Borussia Dortmund também demonstraram interesse em Cebolinha. Os ingleses chegaram a se aproximar de acordo, mas o interesse de Jesus acabou pesando mais.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo