Grêmio diz que Rodrigo Gral é ‘gato’
A denúncia foi dos próprios dirigentes do Grêmio: o atacante Rodrigo Gral é ‘gato’, terminologia do futebol que indica quem adultera a documentação. Os diretores do clube gaúcho acionaram até a Polícia Civil para investigar o caso. O jogador continua treinando normalmente e foi orientado pelos advogados do clube a não dar entrevistas sobre o assunto. Os diretores gremistas denunciaram que Rodrigo Gral tem duas certidões de nascimento, com diferença de dois anos entre elas. Pouco antes de comunicarem aos jornalistas a irregularidade na documentação do atacante, eles pediram à Polícia Civil de Florianópolis para investigar a documentação do jogador, que é catarinense. A diretoria do Grêmio também informou à CBF a irregularidade de Rodrigo Gral e decidiu que não vai utilizar o atacante, até que a situação seja inteiramente resolvida.