|
  • Bitcoin 154.765
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 22/02/2022, 11:51

Furioso com 'vitória' do Botafogo, Corinthians agora cogita sul-americanos

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

YAGO RUDÁ
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, - (UOL-FOLHAPRESS) - Por muito pouco, o Corinthians não fechou a contratação de Luís Castro. Por meio de um intermediário, o clube negociou com o português, mas não assinou o acordo por conta das condições do treinador e, principalmente, da multa de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,77 milhões). O insucesso gerou um clima de insatisfação na cúpula corintiana, que muito provavelmente verá o europeu no Botafogo ao longo desta temporada. Com opções restritas no mercado da bola, o Corinthians passa a cogitar nomes sul-americanos.

Nos bastidores da equipe paulista, o acerto com Luís Castro era dado como certo por conselheiros da oposição e situação. Afinal, nas conversas com o presidente Duilio Monteiro Alves, o europeu demonstrou apreço pelo projeto da diretoria e disposição para dirigir o Corinthians na briga pelo título da Copa Libertadores 2022. O grande entrave foi a multa exigida pelo Al-Duhail, do Qatar, de 1 milhão de euros -o ainda atual clube do comandante lusitano.

De acordo com a apuração do UOL Esporte, o valor milionário estava fora do orçamento corintiano e foi o próprio Duilio quem informou a desistência da negociação após não encontrar uma solução para o caso. Pesou também o fato de Castro ter uma comissão técnica considerada grande, o que acarretaria em mais custos ao Alvinegro.

Embora tenha partido do Corinthians a decisão de encerrar a conversa, a 'derrota' para o Botafogo foi recebida com um clima de enorme insatisfação. Haja vista que o clube de General Severiano é um concorrente direto na Série A do Brasileiro e até a temporada passada estava na Segunda Divisão do futebol nacional. A revolta dos corintianos também se dá pelo fato de a equipe estar há quase três semanas sem um técnico.

Apesar do momento de instabilidade, a diretoria mantém os pés no chão e não quer agir com pressa para acertar com um novo treinador. A ideia é estudar o mercado para acertar na contratação e não colocar a temporada em xeque com uma escolha errada. O clube não se posiciona oficialmente sobre as negociações e se fecha no assunto sem atender a imprensa.

SUL-AMERICANOS NO RADAR

Depois de conversar com os portugueses Jorge Jesus, Vítor Pereira e Luís Castro e também consultar outros nomes lusos, o Corinthians não mais descarta a possibilidade de contratar um treinador sul-americano caso apareça algum nome que se encaixe no perfil buscado pelo clube.

Alguns empresários consultados pela diretoria de futebol sugeriram alguns perfis com passagens pelos grandes clubes do continente e com experiência na Copa Libertadores. A cúpula alvinegra estuda cada um dos nomes para eventualmente consultá-los sobre a possibilidade de assumir o time, que recentemente voltou à estaca zero na busca por um novo treinador.