|
  • Bitcoin 99.663
  • Dólar 5,2362
  • Euro 5,4883
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 19/06/2022, 20:21

Fortaleza vence América-MG em casa e alivia crise antes do clássico

PUBLICAÇÃO
domingo, 19 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Depois de uma semana conturbada —com protesto da torcida e o afastamento de Lucas Crispim—, o Fortaleza bate o América-MG por 1 a 0, neste domingo (19) e consegue, ao menos, um alívio na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o apoio dos torcedores na Arena Castelão, o clube tricolor foi mais agressivo e conseguiu abrir o placar com Yago Pikachu, aos 42 minutos do primeiro tempo. O time alviverde não fez muita questão de ficar com a bola, levando perigo prioritariamente nos cruzamentos de bola parada.

O Fortaleza deixa a lanterna para o Juventude com o triunfo, mas segue na zona de rebaixamento, em 19ª, com apenas dez pontos ganhos. Na quarta (22), o clube muda a chave para o clássico contra o Ceará, nas oitavas da Copa do Brasil.

Já o América-MG chega ao quarto jogo seguido sem marcar e, consequentemente, sem vencer. Com 15 pontos, é o 14º colocado.

O Fortaleza começou pressionando e foi perdendo fôlego aos poucos. O América cresceu e viveu um bom momento até pouco depois da pausa para hidratação, aos 30 minutos. Mas, no final da primeira etapa, Lucas Lima cruzou para Pikachu mandar de cabeça para o fundo da rede, aos 42 minutos.

A segunda etapa começou com chances para os dois lados e foi mais aberta. Boeck salvou o Fortaleza de novo logo aos dois minutos, em chute de Felipe de Azevedo. Aos cinco minutos, Aloísio jogou para fora, de cabeça, uma grande chance de empatar. A resposta do time nordestino veio aos sete minutos, quando Ceballos desviou fraquinho e a bola passou raspando a trave. Nos minutos finais, os mandantes se fecharam bem e buscaram contra-atacar, porém sem sucesso.

Vuaden não mostrou nenhum cartão durante a primeira etapa, apesar de o jogo pedir. O lance mais grave foi aos 14 minutos, Marlon perdeu a bola para Zé Welison, que saiu em disparada. Na tentativa de conter o avanço, o lateral ergueu a perna e acertou a barriga do volante do Fortaleza, fazendo uma falta dura.

O único amarelo do jogo veio apenas aos 30 minutos do segundo tempo, quando Ceballos atingiu Pedrinho com a perna esquerda em disputa no meio-campo.

Aloísio dominou sozinho bateu firme para uma grande defesa de Boeck aos 36 minutos da etapa inicial. Conti tentou pegar o rebote, entretanto parou na marcação de Titi.

O lance, que não gerou nenhuma reclamação no gramado, foi interpretado como um possível puxão de camisa de Titi em Conti. Vuaden foi ao monitor, mas optou por manter a decisão de campo e não marcou a penalidade.

Já aos 39 minutos do segundo tempo, Titi subiu com o braço aberto dentro da área e atingiu Conti. Vuaden foi novamente ao monitor para analisar a jogada que poderia resultar em uma penalidade e na expulsão de Titi. Contudo, mais uma vez, o chamado do árbitro de vídeo Rodrigo Carvalhaes de Miranda não foi mantido em campo. Apesar da decisão favorável, Vojvoda reclamou demais e acabou expulso.

O goleiro Airton, que foi titular do América-MG entre o final de 2019 e 2020, faz sua primeira partida com o clube na Série A do Brasileiro. Ele disputou apenas um jogo do Campeonato Mineiro com o clube em 2021 e fez outros três na primeira fase do estadual neste ano, além de duas partidas no Troféu Independência. O titular Jaílson está com um desconforto muscular, enquanto Matheus Cavichioli, o reserva imediato, ainda se recupera no departamento médico.

Outra novidade na escalação foi a entrada de Danilo Avelar. O defensor só havia atuado em três confrontos do América-MG no Campeonato Brasileiro, sempre entrando depois dos 30' da segunda etapa. A última vez que ele foi titular foi no dia 7 de outubro de 2020, quando atuou pelo Corinthians no empate por 1 a 1 contra o Santos.

FORTALEZA

Marcelo Boeck; Ceballos, Marcelo Benevenuto e Titi; Felipe, Zé Welison (Ronald), Lucas Lima (Matheus Jussa) e Juninho Capixaba; Yago Pikachu, Moisés (Igor Torres) e Silvio Romero (Depietri). T.: Juan Pablo Vojvoda.

AMÉRICA-MG

Airton; Raúl Cáceres (Patric), Germán Conti, Éder, Danilo Avelar (Índio Ramírez) e Marlon (João Paulo); Lucas Kal e Juninho; Felipe Azevedo (Pedrinho). Everaldo e Aloísio (Wellington Paulista). T.: Vagner Mancini.

Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Cartão amarelo: Ceballos (FOR); (AME)

Cartão vermelho: Vojvoda (FOR)

Gol: Yago Pikachu (FOR), aos 42'/1ºT