|
  • Bitcoin 122.565
  • Dólar 5,2295
  • Euro 5,3471
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/08/2022, 22:22

Fluminense vira, mas cede empate ao Santos em jogo movimentado na Vila

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 01 de agosto de 2022

LUCAS MUSETTI PERAZOLLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Santos e Fluminense empataram por 2 a 2, na Vila Belmiro, na noite desta segunda-feira (1º), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro praiano abriu o placar no primeiro tempo, com Luiz Felipe, levou a virada na etapa final, com Paulo Henrique Ganso e Arias, e arrancou empate no fim, com Marcos Leonardo.

O Santos foi melhor no primeiro tempo e abriu o placar com Luiz Felipe, em cobrança de escanteio. Na etapa final, o Fluminense dominou o jogo e virou em um minuto: aos 25, Sandry cometeu pênalti bobo em Matheus Martins e Ganso converteu de cavadinha. Na comemoração, o camisa 10 pediu para a torcida visitante "reger o maestro" e foi cobrado por Felipe Jonatan. Segundos depois, Cano ajeitou e Arias bateu bonito de fora da área.

Ganso, inclusive, foi vaiado durante todo o tempo na Vila. Ex-jogador do Santos, o meia teve saída conturbada para o São Paulo, mas quase voltou ao time alvinegro em 2021, quando Fernando Diniz esteve na Vila Belmiro.

O Santos de Lisca teve poder de reação, pressionou o Fluminense na parte final do jogo e chegou ao empate em gol no minuto 40. Rodrigo Fernández lançou, Ângelo cruzou e Marcos Leonardo estufou as redes para deixar tudo igual.

Com o empate, o Santos continua no nono lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, com 26 pontos. O Fluminense ainda é o terceiro, com 37. O time alvinegro voltará a campo para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira na segunda-feira (8), pela 21ª rodada. O time carioca receberá o Cuiabá no domingo (7).

O Santos fez bom primeiro tempo, quando deu pouco espaço ao Fluminense numa marcação bem compactada e por zona. Na etapa final, porém, o elenco alvinegro não manteve o desempenho e foi acuado pelos visitantes. No fim, o Santos arrancou o empate.

Após semana livre, o novo técnico do Santos mexeu no time: Camacho no meio-campo, Carlos Sánchez na armação e Lucas Barbosa na ponta pela direita foram as novidades, além dos retornos de Maicon e Luiz Felipe. O gol santista teve cobrança de escanteio de Sánchez, desvio de Barbosa e oportunismo de Luiz.

No segundo tempo, Lisca colocou Sandry e não Rodrigo Fernández no lugar do Sánchez. Sandry cometeu o pênalti que mudou o jogo. Fernández e Ângelo, em compensação, entraram na etapa final e construíram o gol de Marcos Leonardo.

Depois de 47 minutos ruins, o Fluminense voltou melhor para o segundo tempo. Diniz tirou o zagueiro Luccas Claro para a entrada de Martinelli e melhorou a saída de bola do time, que voltou a jogar como seu habitual no Brasileirão. Depois do segundo gol, porém, os visitantes voltaram a ser inferiores ao Santos, que buscou o empate.

SANTOS

João Paulo, Madson, Maicon, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Camacho (Rodrigo Fernández), Vinicius Zanocelo (Ângelo) e Carlos Sánchez (Sandry); Lucas Barbosa (Léo Baptistão), Lucas Braga e Marcos Leonardo. Técnico: Lisca

FLUMINENSE

Fábio, Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro (Martinelli) e Caio Paulista; André, Nonato (Willian) e Paulo Henrique Ganso (David Duarte); Matheus Martins (Wellington), Arias (Pineda) e Cano. Técnico: Fernando Diniz

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Público: 11.943

Renda: R$ 372.325,00

Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Camacho e Madson (SAN); Caio Paulista, André e Wellington (FLU)

Gols: Luiz Felipe (SAN), aos 15'/1ºT; Paulo Henrique Ganso (FLU), aos 25', Arias (FLU), aos 26', e Marcos Leonardo (SAN), aos 40/2ºT