|
  • Bitcoin 102.580
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 15/06/2022, 23:57

Fluminense joga 80 minutos com um a mais, mas fica no empate com América-MG

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 15 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de perder em casa para o Atlético-GO por 2 a 0 em casa no último sábado (11), atuando por 70 minutos com um a menos, o Fluminense teve a chance de se vingar diante do América-MG na noite desta quarta-feira (15). No entanto, mesmo atuando com um a mais desde os dez minutos de partida, a equipe das Laranjeiras ficou apenas no empate sem gols no duelo da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Independência.

Alê, por uma cotovelada em Nino, foi expulso após revisão no monitor do VAR com apenas dez minutos da primeira etapa. Isso fez com que a equipe carioca rondasse a área mineira, porém sem criar muitas chances claras para abrir o placar. O time mineiro soube se fechar e, esporadicamente, conseguiu ameaçar nos contra-ataques.

Com a igualdade no marcador, os dois clubes seguem com a mesma pontuação: 15 pontos. O time tricolor, pelo melhor saldo (-1 a -2) fica na décima colocação, enquanto o time americano fica em 12º, atrás também do Coritiba, que tem mais gols pró (16 a 11).

Com um a mais desde os dez minutos, o time tricolor teve 77% de posse de bola na primeira etapa. No entanto, rodou muito e não conseguiu nenhum chute ao gol de Jailson. "Temos a bola, mas não temos movimentação. Fica difícil para a gente, e fácil para quem está marcando", analisou Ganso, na saída para o intervalo, ao Premiere.

A equipe cresceu de produção após o intervalo, entretanto não chegou a pressionar o adversário.

Os mandantes iniciaram pressionando, porém tiveram que mudar a estratégia com a expulsão de Alê. Mesmo sem fazer alterações, o time conseguiu se fechar muito bem na defesa e passou a apostar ainda mais na velocidade de Everaldo e Felipe Azevedo para puxar os contra-ataques pelo lado do campo na primeira etapa.

Na etapa final, os dois saíram para as entradas de Pedrinho e Carlos Alberto, que deram ainda mais velocidade e criando ao menos uma grande chance para balançar a rede.

Os dois clubes voltam a campo no domingo (19), pela 13ª rodada do torneio. Às 18h, o Coelho visita o Fortaleza na Arena Castelão. Uma hora depois, às 19h, o Tricolor recebe o Avaí no Maracanã.

AMÉRICA-MG

Jailson; Raúl Cáceres (Patric), Éder, Conti e Marlon (Danilo Avelar); Lucas Kal, Juninho e Alê; Felipe Azevedo, Everaldo (Carlos Alberto) e Aloísio (Pedrinho). T.: Vagner Mancini.

FLUMINENSE

Fábio; Samuel Xavier, Nino (Nathan), Manoel e Caio Paulista; Wellington (Nonato), Yago Felipe (John Kennedy) e Ganso; Luiz Henrique, Matheus Martins (Alexandre Jesus) e Cano. T.: Fernando Diniz.

Estádio: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartões amarelos: Everaldo, Carlos Alberto, Marlon (AME); Nonato (FLU)

Cartão vermelho: Alê (AME)