|
  • Bitcoin 153.100
  • Dólar 5,0535
  • Euro 5,2557
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/05/2022, 19:20

Fluminense encara Vila Nova com desfalque de Ganso

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 10 de maio de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense informou, na manhã desta terça-feira (10), que o meia Paulo Henrique Ganso passou por exame de imagem e teve detectada uma lesão no músculo posterior da coxa direita. O camisa 10 deixou o duelo com o Palmeiras, no domingo (8), pelo Campeonato Brasileiro, ainda no primeiro tempo, após acusar um incômodo no local, e foi substituído por Nonato.

A equipe comandada por Fernando Diniz encara o Vila Nova nesta quarta-feira (11), no Serra Dourada, pela terceira fase da Copa do Brasil. No primeiro encontro, no Maracanã, o time tricolor venceu por 3 a 2, e pode jogar pelo empate para garantir vaga nas oitavas de final.

Após a partida contra Palmeiras, no domingo, que terminou empatado por 1 a 1, o técnico Fernando Diniz chegou a ser questionado sobre o quanto a saída do camisa 10 impactou no esquema de jogo que ele havia imaginado.

"Não impactou no que eu tinha pensado, impacta que você perde o jogador mais criativo do time, o cara que tem mais proximidade com o jogo que eu proponho, tanto pela qualidade que ele tem quanto por já termos trabalhado juntos. Nesse momento estava sendo nosso jogador mais decisivo", disse.

O técnico também enalteceu o "espírito coletivo" que ele considerou que o Fluminense demonstrou em campo. Na avaliação do treinador, o elenco tricolor fez um "grande jogo" e os jogadores que foram acionados no decorrer dos 90 minutos deram conta do recado. "Os jogadores que entraram, entraram muito bem. Foi um coletivo muito forte. O time hoje conseguiu fazer um grande jogo, em minha opinião", disse.

O treinador também elogiou as atuações de Caio Paulista e Fred, que entraram ao longo da partida. Diniz lembrou que na última quarta-feira, contra o Junior Barranquilla, pela Sul-Americana, as alterações já tinham conseguido um efeito positivo:

"Os dois entraram muito bem. O Nonato também tinha entrado bem. Todo mundo que entrou, entrou bem. O Fluminense tem um elenco muito equilibrado, gosto muito. Já falei isso outras vezes. Entraram bem. As mudanças na quarta-feira também surtiram efeito. Foi um espírito de coletividade muito acentuado que fez com que fizéssemos uma grande partida".

Para o comandante tricolor, foi um resgate da equipe que conseguiu conquistar o Campeonato Carioca, com boas atuações contra o Flamengo nos jogos da decisão.

"Eu tenho menos preocupação com as minhas ideias do que vocês pensam. Vocês falam muito da parte tática, o que eu quero que eles entendam o quanto antes, e vai ser sempre o principal, é ter o espírito de competitividade que eles tiveram. Hoje eles absorveram quase que de maneira imediata, isso que faz um time prevalecer sobre outro, equilibrar as forças, como no caso de hoje, e ter mais chances de ganhar os jogos. Nesse sentido, acho que foi um resgate daquele Fluminense que fez a final contra o Flamengo e ganhou de maneira brilhante o Campeonato Estadual", afirmou.

Agora, o time busca seu segundo triunfo sob o comando de Diniz, que até então soma uma vitória, um empate e nenhuma derrota. Uma provável escalação inicial do clube carioca tem: Fábio; Samuel Xavier, Nino, David Braz, Cris Silva (Pineida); André, Yago Felipe, Nathan (Nonato); Luiz Henrique, Jhon Arias (Willian Bigode) e Germán Cano.

O Vila Nova, por sua vez, busca manter o bom momento após derrotar o Naútico por 2 a 0, na última sexta-feira (6), pela Série B do Campeonato Brasileiro, quebrando um jejum de vitórias de nove jogos. Nesta quarta-feira, o técnico Higor Magalhães não poderá contar com os atacante Daniel Amorim e Eberê, o volante Rafinha e o zagueiro Alisson Cassiano, que já atuaram por outros times na Copa do Brasil e não podem entram em campo pelo clube goianiense. Uma provável escalação inicial do Vila Nova tem: Georgemy; Alex Silva, Rafael Donato, Renato e Bruno Collaço (Willian Formiga); Ralf, Arthur Rezende e Matheuzinho; Pablo Dyego, Rubens (Diego Tavares) e Victor Andrade.

Estádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Horário: Às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (11)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Transmissão: TV Globo, SporTV e Premiere