|
  • Bitcoin 102.564
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4903
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/06/2022, 23:43

Fluminense bate Atlético-MG em jogo eletrizante com oito gols e confusão

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 08 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Fluminense e Atlético-MG fizeram um dos jogos mais disputados do Campeonato Brasileiro deste ano nesta quarta-feira (8), no Maracanã, pela décima rodada. O time carioca levou a melhor e venceu por 5 a 3. Arias, Cano (duas vezes), Samuel Xavier e Luiz Henrique marcaram para o Fluminense, enquanto Hulk, Jair e Eduardo Sasha anotaram para o time mineiro.

Com o resultado, o Fluminense se aproxima do G6 e ocupa provisoriamente a sétima colocação, com 14 pontos. O Atlético-MG, por sua vez, perde a chance de dormir na liderança do torneio e caiu para quarto, com 16 pontos, e ainda pode sair do G4 até a conclusão da rodada nesta quinta-feira (9).

Na próxima rodada, o Fluminense atua novamente no Maracanã e enfrenta o Atlético-GO, enquanto o Atlético-MG recebe o Santos, no Mineirão. Os dois jogos serão disputados no sábado (11), às 19h.

Fluminense e Atlético-MG fizeram um primeiro tempo quente, com direito a cinco gols, no Maracanã. O time carioca abriu 2 a 0, com gols de Arias e Cano, aos 17 e 28 minutos, respectivamente. O clube mineiro respondeu com Hulk, após falha do goleiro Fábio, aos 34. Os donos da casa aumentaram a vantagem com Samuel Xavier, de cabeça, dois minutos depois, mas o time mineiro conseguiu reagir antes do intervalo com Jair, aos 48.

O fim do primeiro tempo foi marcado por uma confusão generalizada que tomou conta até dos túneis de acesso aos vestiários. O desentendimento teria ocorrido após Antonio Mohamed entrar em campo após o segundo gol do Atlético-MG e dirigir palavras a Luiz Henrique, do Fluminense. Depois disso, jogadores das duas equipes bateram boca e se estranharam enquanto saíam de campo. Tanto Turco quanto Fernando Diniz receberam cartão amarelo.

A etapa final voltou no mesmo ritmo alucinante. Eduardo Sasha conseguiu empatar para o Atlético-MG aos 8 minutos, mas o Fluminense não deixou os visitantes comemorarem por muito tempo. Aos 12, Cano recolocou o time carioca na frente. Luiz Henrique ampliou para os mandantes aos 17 e praticamente sacramentou a vitória do Fluminense.

O time de Diniz mostrou organização ofensiva, não à toa marcou três vezes só no primeiro tempo, mas se atrapalhou defensivamente e quase colocou em xeque a vitória no Maracanã. Falhas individuais, primeiro de Fábio e depois de toda a defesa, ligaram o alerta. No geral, foi uma ótima exibição contra um dos postulantes ao título do Brasileiro.

O Atlético-MG de Turco entrou em campo desligado na defesa -e assim permaneceu até o fim do jogo. Por vezes o sistema defensivo bateu cabeça e deu mais espaço do que deveria ao Fluminense. No ataque, conseguiu achar espaços e foi letal, mas nada adiantou. Se aproveitou de falhas do Fluminense para se manter vivo na partida no primeiro tempo, voltou com o empate na etapa final, mas derrapou e foi superado no Maracanã.

FLUMINENSE

Fábio; Samuel Xavier; Manoel, David Braz e Cris Silva; Wellington (Felipe Melo), André e Ganso (Yago Felipe); Luiz Henrique (Luccas Claro), Arias (Caio Paulista) e Cano (Willian Bigode). Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG

Everson; Mariano, Nathan Silva (Réver), Junior Alonso e Rubens; Allan, Jair (Otávio) e Nacho (Fábio Gomes); Ademir (Sávio), Sasha (Keno) e Hulk. Técnico: Antonio Mohamed

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Cartões amarelos: Fernando Diniz, André, Ganso e Fábio (FLU); Nathan Silva, Antonio Mohamed, Rubens e Allan (ATL)

Gols: Arias (FLU), aos 17', Cano (FLU), aos 28', Hulk (ATL), aos 34', Samuel Xavier (FLU), aos 36', e Jair (ATL), aos 48'/1ºT; Sasha (ATL), aos 8', Cano (FLU), aos 12', e Luiz Henrique (FLU), aos 17/2ºT