|
  • Bitcoin 101.850
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5567
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/06/2022, 14:28

Flamengo oficializa contratação do técnico Dorival Júnior

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 10 de junho de 2022

LETÍCIA MARQUES
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Antes mesmo de demitir Paulo Sousa, o Flamengo já estava acertado com Dorival Júnior, que estava no Ceará. Enquanto a saída do português foi anunciada nesta quinta-feira (9) à noite, o novo treinador foi oficializado na manhã desta sexta-feira (10).

Dorival Júnior chega ao Flamengo para a sua terceira passagem e, assim como a última, em 2018, com um contrato curto, que inicialmente está assinado para seis meses. Ao aceitar a proposta dos cariocas, o treinador fez questão de negociar com o Ceará a rescisão —avaliada em cerca de R$ 450 mil.

O Flamengo volta a campo neste sábado (11), contra o Internacional, em Porto Alegre, mas a reestreia do técnico ainda não está definida. A atividade desta sexta-feira, em Atibaia (SP), foi comandada por Mário Jorge, o técnico da equipe sub-20, interinamente.

Antes de Dorival, o Flamengo tentou a contratação de Cuca. O presidente Rodolfo Landim ligou para o ex-treinador do Atlético-MG, que prontamente deu a negativa e detalhou que estava focado em outros projetos. Outros técnicos empregados no futebol brasileiro também foram pauta no Rubro-Negro: Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza) e Mauricio Barbieri (Red Bull Bragantino)

SAÍDA DE PAULO SOUSA

A quinta (9) foi marcada como o último dia do português, que viveu normalmente o cronograma e comandou o treinamento em Atibaia —enquanto a imprensa já noticiava o acerta do Flamengo com Dorival Júnior. Após seguir o dia de trabalho, Sousa foi comunicado por volta das 18h (de Brasília) sobre o desligamento. A reunião contou com a presença de Marcos Braz (vice-presidente de futebol) e Bruno Spindel (diretor executivo).

Sousa e a comissão técnica jantaram com a delegação rubro-negra, local em que aconteceu a despedida, no interior de São Paulo, onde o time ficou após a derrota para o Red Bull Bragantino. O discurso foi encerrado com aplausos. Aos poucos, os jogadores foram se despedindo e deixando a sala de jantar. O treinador e seus companheiros deixaram o hotel da concentração ainda na noite de quinta (9).