|
  • Bitcoin 108.973
  • Dólar 5,2645
  • Euro 5,5376
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/06/2022, 16:45

Flamengo faz proposta, Dorival aceita e já negocia rescisão com Ceará (1)

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 09 de junho de 2022

BRUNO ANDRADE, LETÍCIA MARQUES E MARCELLO DE VICO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

LISBOA, PORTUGAL, RIO DE JANEIRO, RJ, E SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo definiu que Paulo Sousa não permanecerá à frente do time, começou a busca por soluções com urgência e já escolheu o substituto do técnico: Dorival Júnior, que atualmente comanda o Ceará. O clube carioca procurou o treinador, que acenou positivamente e já comunicou o Ceará sobre seu desejo de saída.

A demissão de Sousa foi decidida —mas ainda não anunciada— após a derrota para o Red Bull Bragantino nesta quarta-feira (08). Rapidamente, com aval do presidente Rodolfo Landim, o Flamengo realizou oferta a Dorival, financeira e de projeto no clube por, pelo menos, seis meses, e recebeu o "sim". A multa de Dorival, que chegou ao Ceará em março deste ano, está na casa dos R$ 450 mil.

PAULO SOUSA NO AGUARDO

A reportagem entrou em contato com Paulo Sousa às 14h30 (de Brasília), e o português havia dito que não havia sido comunicado sobre a sua saída. A tendência é que isso seja feito ainda nesta quinta-feira (9). No entanto, enquanto isso, o planejamento segue normal em Atibaia, onde está a delegação rubro-negra, e o treinador e a comissão técnica preparam o treinamento desta tarde, marcado para as 16h (de Brasília).

Ainda assim, o Flamengo aguarda a presença de Dorival Júnior no ritmo de "o quanto antes". Inclusive, há a chance de o técnico já estar no comando na partida contra o Internacional, marcada para sábado (11), pelo Campeonato Brasileiro.

Além de Dorival, o nome de outros dois técnicos empregados no futebol brasileiro surgiram nos bastidores: Mauricio Barbieri (Red Bull Bragantino) e Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza). No entanto, a aceitação interna do então técnico do Ceará facilitou a decisão da diretoria rubro-negra.

A especulação sobre a demissão de Paulo Sousa agitou o mercado da bola, naturalmente. A ponto de o clube da Gávea ter sido procurado por empresários de fora do país. Conterrâneo de Sousa, Rui Vitória foi oferecido por seis meses. A diretoria rubro-negra chegou avaliar, no entanto, rejeitou e manteve o foco em Dorival Júnior.