Flamengo aplica goleada no Corinthians e assume a liderança


SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo bateu o Corinthians na tarde deste domingo (18), na Neo Química Arena, chegou aos 34 pontos e é o novo líder do Campeonato Brasileiro. A vitória por 5 a 1 aconteceu graças aos gols de Everton Ribeiro, Vitinho , Natan, Bruno Henrique e Diego. Gil descontou para a equipe paulista.

Vale ressaltar, porém, que Atlético-MG e Internacional, que têm 31 pontos, ainda entram em campo em jogos válidos por esta rodada. O Colorado pega o Vasco, às 18h15, enquanto o Galo encara o Bahia na segunda (19).



Com o resultado, o Timão permaneceu com 18 pontos e a proximidade da zona de rebaixamento ainda é uma preocupação. Na próxima rodada, o Corinthians visita o Vasco, em São Januário, enquanto o Rubro-Negro vai encarar o Internacional, no Beira-Rio.

COMEÇO COM CHANCE

Corinthians e Flamengo iniciaram a partida indo ao ataque. Pelo lado do Timão, Otero fez boa jogada e Vital, que recebeu em profundidade, cruzou rasteiro para o corte de Gustavo Henrique. Pouco depois, foi a vez de Everton Ribeiro tentar, mas Cássio fez defesa tranquila.

GOL ANULADO

Aos 9 minutos, a torcida rubro-negra comemorou, mas o gol de Pedro foi anulado. O atacante balançou a rede após aproveitar desvio na zaga e deslocar Cássio, porém, o VAR indicou que a bola havia saído na origem do lance, quando Vitinho roubou a bola na lateral direita.

FLA ACELERA; TIMÃO SE COMPLICA

Após o começo, até equilibrado, a equipe de Domènec Torrent conseguiu acelerar a partida, impor mais o ritmo e causar problemas para o Corinthians, jogando próximo à área adversária.

Já os comandados de Vagner Mancini, depois de combinar bons passes e até ter mais posse, passou a ser pressionado e viu seu jogo se complicar. Perdeu muitos lances na saída de bola e ficou dependente das ações de Otero em bolas paradas.

AGORA VALEU

Depois do quase, o Flamengo abriu o placar. Após cruzamento de Filipe Luís, Everton Ribeiro subiu e, de cabeça, mandou no canto direito de Cássio, balançando a rede. O camisa 7, convocado recentemente para a seleção brasileira, chegou a ser dúvida para esta partida depois de deixar o confronto com o Red Bull Bragantino acusando dores no joelho esquerdo.

GUSTAVO HENRIQUE SAI APÓS CORTE INUSITADO

O zagueiro Gustavo Henrique teve de ser substituído ainda no primeiro tempo após sofrer um trauma direto no testículo. O jogador chegou a receber atendimento inicial, mas, pouco depois, teve de deixar o gramado, dando vaga a Noga. Ele ficou em observação no vestiário.

NA TRAVE

Na reta final do primeiro tempo, o Corinthians conseguiu assustar o goleiro Hugo. Primeiramente, Camacho pegou na frente da área, ajeitou e bateu. A bola explodiu no travessão. Depois, após escanteio, Xavier mandou com perigo.

COMEMORA, VITINHO!

Vitinho, que ganhou oportunidade como titular no duelo, depois da boa atuação no primeiro tempo, foi premiado logo no começo da etapa final. Após boa jogada de Everton Ribeiro pela direita, o camisa 11 recebeu e bateu bem para ampliar a vantagem rubro-negra.

CORINTHIANS MEXE, FLA FAZ MAIS UM

Depois do segundo gol, o técnico Vagner Mancini tentou arrumar a casa e fez logo três substituições, colocando em campo Luan, Cazares e Gustavo Mantuan. Porém, pouco depois, o Fla chegou ao terceiro. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Natan, cria da base rubro-negra, apareceu nas costas da defesa e fez o terceiro. Foi o primeiro tento do jovem como jogador profissional.

OUTRO GOL ANULADO

O zagueiro Gil aproveitou cobrança de falta de Luan e, de cabeça, mandou para a rede, mas a arbitragem apontou posicionamento irregular. O VAR confirmou a marcação.

TUDO IGUAL, AGORA COM GOL NO FIM

No minuto seguinte, quase um replay. Em nova falta, Luan mandou para a área e, de novo, Gil subiu e mandou para a rede. Desta vez, lance legal e gol validado.

HUGO SALVA

O Corinthians melhorou na partida e passou a ter uma presença maior no campo de ataque. A equipe paulista só não encostou logo no placar graças a duas defesas do goleiro Hugo, no mesmo lance. A primeira, mostrou reação rápida e conseguiu pegar chute de Cazares. Na continuidade, Luan finalizou, a bola subiu e Hugo conseguiu espalmar para fora.

NÃO FAZ, LEVA

Logo depois de o Corinthians quase fazer o segundo, o Flamengo chegou ao quarto. Em um ataque em velocidade e encaixado, Isla cruzou, Pedro tentou e a bola sobrou para Bruno Henrique, sozinho, empurrar para a rede. Mesmo com o quarto gol, o Corinthians manteve a mudança de postura que havia mostrado com as alterações. A equipe tentou ir à frente e achou, nas bolas paradas, um caminho para incomodar o Fla. O goleiro Hugo, inclusive, foi obrigado a aparecer de novo.

GOLAÇO DE CAMISA 10

Já na reta final, o meia Diego marcou um golaço! O camisa 10 recebeu, enfileirou, entrou na área e bateu na saída de Cássio.

AÇÃO NA CAMISA

Corinthians e Flamengo entraram em campo com uma camisa da Ação da Cidadania, ONG fundada em 1993 pelo sociólogo Betinho. O Rubro-Negro vai atuar ainda com a logo do Natal Sem Fome no uniforme. Após a partida, serão leiloados e a verba arrecada será revertida para a campanha, que estreia neste domingo.

CORINTHIANS

Cássio; Fágner, Marllon, Gil e Lucas Pito; Xavier, Camacho (Gabriel) e Otero (Luan); Mateus Vital (Gustavo Mantuan), Everaldo (Gustavo Mosquito) e Boselli (Cazares). Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO

Hugo Souza; Isla, Gustavo Henrique (Gabriel Noga), Natan e Filipe Luís; Thiago Maia (Willian Arão), Gerson, Vitinho (Diego) e Everton Ribeiro (Ramon); Bruno Henrique e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent

Local: NeoQuímica Arena, em São Paulo (SP)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Jose Eduardo Calza

Cartões amarelos: Xavier, Camacho, Otero, luan (Corinthians); Natan, Bruno Henrique, Thiago Maia, Filipe Luís, Gerson (Flamengo)



Gols: Everton Ribeiro, do Flamengo, aos 31 minutos do primeiro tempo; Vitinho, do Flamengo, aos 6 minutos do segundo tempo; Natan, do Flamengo, aos 12 minutos do segundo tempo; Gil, do Corinthians, aos 18 minutos do segundo tempo; Bruno Henrique, do Flamengo, aos 26 minutos do segundo tempo; Diego, do Flamengo, aos 40 minutos do segundo tempo

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo