São Paulo, 1 (AE) - Motivação. Esta é a palavra-chave do time do Corinthians, que volta neste domingo aos treinamentos após três dias de descanso e festividades de fim de ano, visando à disputa do Mundial de Clubes. A equipe estréia quarta-feira, contra o Raja Casablanca, de Marrocos, no Morumbi.
"Não podemos pensar em cansaço nesta hora; é o momento de inscrever o nome na história do futebol", disse o atacante Marcelinho Carioca. "Só vamos pensar em férias depois do Mundial", afirmou o volante colombiano Rincón, que há dias não comenta uma possível transferência para o Flamengo.
Aparentemente, os jogadores corintianos não estão se importando em ter, pela segunda vez, suas férias interrompidas. "É um campeonato mundial; não é um torneio comum", disse o atacante Luizão, que planeja uma revanche contra o espanhol Real Madrid. "Joguei duas vezes contra o Real", lembrou o centroavante. "Uma vez quando atuava pelo La Coruña, empatei por 0 a 0", disse. "No outro, na final da Copa Intercontinetal
em Tóquio, jogava pelo Vasco e perdemos por 2 a 1", disse. "Chegou a minha vez", diz o jogador. Corinthians e Real enfrentam-se sexta-feira pela segunda rodada do Mundial. "Tive uma contratura muscular no Brasileiro, ainda sinto algumas dores
mas todo esforço vale por este título", afirma Luizão.
Amanhã, o técnico Oswaldo de Oliveira vai orientar o único treino coletivo antes da competição internacional. Nesta ocasião ele vai decidir quem formará a dupla de zaga. Os mais cotados são Adílson e João Carlos.
Nas demais posições o time será o mesmo que disputou e conquistou o bicampeonato brasileiro.
Oswaldo pretende apresentar nos próximos dias o teipe da derrota do Raja Casablanca, primeiro adversário no Mundial, para o Vasco (4 a 1), quarta-feira, no Rio. "Teremos mais tempo para analisar os outros adversários (Al Nassr e Real Madrid)", disse o treinador corintiano.
A diretoria do clube negou qualquer negociação envolvendo os passes de Ricardinho, com o Porto, de Portugal, e Edílson, do Celta, da Espanha. "Até o momento não recebemos nenhuma proposta oficial de nenhum clube", disse José Roberto Guimarães, diretor da Corinthians Ltda., que não descarta a possibilidade de novas contratações para a equipe no primeiro semestre.
No treino de deste domingo é esperado o retorno do volante Vampeta. O atleta está em férias desde a final do Brasileiro, dia 22, diante do Atlético Mineiro.
O passe do jogador deverá ser negociado com a Fiorentina logo após a disputa do Mundial por US$ 15 mihões. Vampeta terá direito a 15% (US$ 2,25 milhões) desse valor.