Fernandinho e Rafinha parabenizam ex-clube


Paulo MonteiroEquipe NossoDia
Paulo MonteiroEquipe NossoDia

Sertanópolis – Semeados em Londrina, os frutos do trabalho do PSTC brilham mundo afora. Alguns também com a camisa da seleção brasileira, como o meia Fernandinho (do Manchester City, da Inglaterra), hoje defendendo o Brasil na Copa América, disputada no Chile. A lista de craques ainda é composta por Kléberson, campeão da Copa do Mundo, em 2002, Jadson (Corinthians), Dagoberto (Vasco) e Rafinha (Bayern de Munique, da Alemanha). Nomes que foram lembrados após a conquista de ontem pelo presidente do PSTC, Mario Iramina. "Esses jogadores devem servir como exemplos para os novos atletas", destacou.
Com exclusividade à FOLHA, Rafinha e Fernandinho parabenizaram o clube. "Parabéns ao PSTC e aos jogadores. Merecem muito essa conquista. Parabéns especial ao Reginaldo Vital (técnico do PSTC) e ao Carlos Calmon (auxiliar), que tive o prazer de jogar por dois anos", disse o lateral Rafinha.
Direto da concentração no Chile, momentos antes da estreia contra o Peru, o meia Fernandinho também dirigiu felicitações ao ex-clube. "Parabéns a todos do PSTC pela conquista e pelo acesso à Primeira Divisão. Todos devem celebrar muito esta conquista histórica", ressaltou o meia.
Fundado em 1994, o PSTC viu seus talentos começar a aparecer já em 1998. A primeira revelação foi o volante Reginaldo Vital, negociado em 1998 para o Gamba Osaka, do Japão, por meio da parceria com o Paraná Clube. Na final de ontem da Divisão de Acesso, auxiliado por Carlos Calmon, também ex-atleta do PSTC, Vital comandou como técnico a equipe campeã.
Após o título, Vital e Calmon disseram que estão retribuindo toda a força oferecida pelo PSTC. "O presidente acreditou no nosso trabalho e, 20 anos depois, conseguimos retribuir seu apoio", contou Reginaldo Vital, ainda emocionado em campo. Calmon também destacou a importância do presidente, Mario Iramina.
"Vale ressaltar a honestidade e o caráter de nosso presidente, sempre procurando o bem para o seu atleta. Estamos colhendo o fruto plantado por ele", reverenciou o auxiliar técnico do PSTC. Um dos autores do gol do título, ontem, o atacante Afonso também estava emocionado. "É uma felicidade enorme ter conquistado o campeonato. Principalmente em fazer um gol na final, meu oitavo no campeonato. É um sonho concretizado e a certeza de um bom trabalho realizado", comemorou o jogador. Por outro lado, apesar do acesso garantido, o técnico do vice-campeão Toledo, Rodrigo Casca, lamentou as dificuldades enfrentadas na competição. "Montamos esta equipe em apenas 30 dias", disse.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo