Santos, 29 (AE) - O goleiro Fábio Costa aguardava hoje uma autorização do presidente do Vitória, Paulo Carneiro, para viajar a Santos. Entre os dois clubes, os últimos detalhes estavam acertados, faltando apenas o jogador assinar o contrato. Isso, porém, não havia ainda sido confirmado oficialmente pelos dirigentes santistas. Mesmo sem essa confirmação, Nei revelou hoje que está mesmo deixando a Vila Belmiro.
"Sempre fui muito aberto, transparente e todos os problemas que tive resolvi pelo diálogo", disse ele hoje, revelando que está tentando a liberação de seu passe para dar continuidade à sua carreira em outro clube.
Quando o Santos estava contratando Carlos Germano, em janeiro, Nei chegou a fazer um desabafo, pedindo que os diretores do Santos o respeitassem. Foi advertido, o ex-goleiro vascaíno chegou e ele começou a amadurecer seu plano de deixar a Vila. Com o trabalho da diretoria para contratar Fábio Costa, Nei viu que não mais havia espaço para ele no time, que conta ainda com Nando.
Já o volante Baiano está se adaptando à lateral-direita e não mais reclama da improvisação. "Estou disputando a posição com o Michel e procuro me aperfeiçoar sempre na posição, treinando duro", disse. Com Rincón, Anderson e Claudiomiro jogando na posição, havia pouco espaço para ele no meio-de-campo. "Para mim é importante ter um jogador que faz as duas funções", disse o técnico Carlos Alberto Silva, pensando nas dificuldades que terá no Paulista, que prevê a suspensão automática do jogador que levar o segundo cartão amarelo.