|
  • Bitcoin 104.567
  • Dólar 5,2958
  • Euro 5,5180
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 30/05/2022, 09:25

Evolução e equilíbrio põem Palmeiras no rumo pelo título do Brasileiro

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 30 de maio de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Se no início do Campeonato Brasileiro, com uma derrota na estreia e dois empates na sequência, o Palmeiras era criticado por não apresentar na competição o mesmo desempenho da Libertadores e do Paulista, a realidade mudou em pouco mais de um mês. Agora, graças à franca evolução e o equilíbrio entre defesa e ataque, a equipe assume a liderança e se confirma no rumo certo para lutar pelo título.

Do do revés para o Ceará, na primeira rodada, em diante, o elenco de Abel Ferreira não perdeu mais. Desde a vitória no clássico contra o Corinthians, em 23 de abril, foram quatro triunfos e um empate, que não só representaram a melhora no desempenho na Série A, como colocaram o time na briga pela liderança com os rivais alvinegros -ambos estão empatados com o Atlético-MG, com 15 pontos (o Palmeiras o leva vantagem pelo saldo de gols).

Muito disso se deve à estabilidade no desempenho entre os setores ofensivo e defensivo, marca registrada do time desde a chegada do treinador português.

Neste Brasileirão, por exemplo, os palmeirenses são donos da melhor defesa (cinco gols sofridos) e o segundo melhor ataque (13 marcados), além de finalizarem mais que os 19 rivais da competição, com 131 chutes em oito partidas.

Tal equilíbrio foi um dos motivos pelos quais o Palmeiras superou o Santos na tarde de ontem (29), na Vila Belmiro.

O Peixe foi superior e pressionou ao longo da primeira etapa, enquanto a defesa alviverde se segurava para suportar as investidas adversárias, por vezes salvas por Marcelo Lomba, com ótima atuação. Reativo, o time comandado pelo auxiliar João Martins -Abel Ferreira cumpriu suspensão- começou a encontrar espaços nos erros adversários, e, antes mesmo do intervalo, levou perigo em três chances consecutivas.

Mas foi na etapa final que os palmeirenses cresceram, e já poderiam abrir o placar no pênalti cobrado por Raphael Veiga, que, no entanto, desperdiçou a primeira das 25 penalidades que bateu pelo clube.

Mesmo com a chance perdida pelo meia, o ímpeto ofensivo seguiu, e a bola encontrou a rede sete minutos depois. Gustavo Scarpa acertou um cruzamento preciso, e Gustavo Gómez cabeceou para abrir o placar, aos 35 do segundo tempo.

Nos quase 20 minutos restantes, o Palmeiras voltou a segurar a pressão santista pelo empate, e encerrou uma de suas partidas mais difíceis neste Brasileiro com três pontos.

Com o resultado, se antes era questionado pelo início ruim, o elenco alviverde se confirma entre os candidatos ao título brasileiro, rivalizando com o Corinthians, que não vive seu melhor momento na temporada, no topo da tabela de classificação.

Devido à data Fifa, Abel Ferreira e seus jogadores, agora líderes do Brasileirão, com 15 pontos, terão uma semana cheia para treinar até o próximo compromisso, domingo (5), às 16h (horário de Brasília), quando recebem o Atlético-MG pelo confronto direto entre líderes.