|
  • Bitcoin 125.164
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2570
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 31/07/2022, 20:35

Everaldo faz dois, e América-MG vence Avaí por 3 a 1 na estreia de Guerrero

PUBLICAÇÃO
domingo, 31 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Depois de sair atrás do placar em casa, na Arena Independência, o América-MG conseguiu a virada, com dois gols de Everaldo, por 3 a 1 sobre o Avaí na 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo deste domingo (31) ainda teve a estreia de Guerrero no segundo tempo, no clube catarinense.

O Avaí abriu o placar na cabeçada de Bissoli, logo aos 3' de bola rolando. Depois disso, o Alviverde cresceu e conseguiu empatar com Henrique Almeida, aos 33'. No segundo tempo, Mancini fez três alterações que mudaram o jogo aos 18'. Benítez, Pedrinho e Wellington Paulista criaram a jogada que resultou no gol da virada de Everaldo, aos 24'. Everaldo ainda ampliou com um lindo gol aos 44'.

Com a vitória, o Coelho se afasta da zona do rebaixamento e chega ao 13º lugar, com 24 pontos. Já o Leão da Ilha segue colado no descenso, em 16ª, com 21.

QUEM FOI BEM: VÁGNER MANCINI E EVERALDO

Fez uma leitura muito boa do jogo no segundo tempo. Aos 18', colocou Benítez, para ajudar na criatividade, Wellington Paulista, para aumentar a presença de área, e Pedrinho, apostando na habilidade pela esquerda, e os três participaram do gol da virada, aos 24'. Everaldo, que fez o segundo e o terceiro, também se destacou no duelo.

QUEM FOI MAL: JEAN PYERRE

A bola pouco passou pelo meia do time catarinense, que não estava muito ligado em campo. Apesar de ter se incomodado com a alteração, saiu merecidamente aos 12' da etapa final para a entrada de Jean Cléber.

ATUAÇÃO DO AMÉRICA-MG

O time mineiro conseguiu ter mais a posse e ocupar o campo do rival, porém não conseguiu encontrar as brechas para concluir suas jogadas no gol. O ponto positivo foi que o centroavante Henrique Almeida se movimentou bem e conseguiu por contra própria ocupar os espaços.

ATUAÇÃO DO AVAÍ

Os visitantes não perdiam muito tempo tocando a bola para encontrar espaços. Quando recuperavam a posse, buscavam avançar e finalizar rapidamente. O time ficou menos com a bola, mas a alternativa foi efetiva no primeiro tempo, com um gol logo aos três minutos e outro chute perigoso de Kevin, aos 37'.

CRONOLOGIA DO JOGO

Com apenas três minutos de bola rolando, Bissoli aproveitou o cruzamento para cabecear e abrir o placar. O América ficava mais com a bola e, mesmo sem fazer uma pressão, rondava mais a área adversária até conseguir empatar aos 33'. Matheusinho cruzou da esquerda e a bola atravessou toda área, sem ninguém desviar, até sobrar para Henrique Almeida, na direita, bater firme e estufar a rede.

O time da casa voltou melhor no segundo tempo e teve três chances de virar nos primeiros 20 minutos. Henrique Almeida errou a cabeçada com 1', Danilo Avelar bateu falta da entrada da área no meio do gol e facilitou a vida de Vladimir, que ainda fez uma grande defesa no chute de primeira de Lucas Kal, aos 17'.

No entanto, o gol só saiu quando Mancini colocou Benítez, Wellington Paulista e Pedrinho em campo e os três participaram do lance no gol da virada, aos 24'. Benítez lançou Pedrinho pela esquerda e ele cruzou. Wellington Paulista abriu as pernas no meio da área e deixou a bola limpa para Everaldo, que chegou batendo firme e marcou o segundo.

Aos 44', Everaldo correu em velocidade pela direita, deixou Arthur na saudade e colocou de esquerda no fundo da rede. Na comemoração do gol, levou o único cartão amarelo de todo confronto.

GUERRERO ESTREIA

Aos 26', depois da virada do Coelho, o atacante peruano fez sua estreia no Avaí, entrando na vaga de Bissoli. Ainda sem o ritmo ideal de jogo, o centroavante teve com um chute travado pela defesa e uma cabeçada para fora, ambos os lances sem levar muito perigo. Ele não fazia um jogo oficial desde outubro.

GOLEIROS EVITAM GOLS NO FIM DO PRIMEIRO TEMPO

A partida teve poucas jogadas de perigo até os 30 minutos, contudo esquentou no final da primeira etapa. Aos 39', Henrique Almeida teve a chance da virada, mas chuta de dentro da área e Vladimir conseguiu espalmar. Cavichioli, que havia tentado agarrar uma finalização de Kevin e deixado a bola escorregar para escanteio pouco antes, mostrou serviço aos 40', quando cortou um cruzamento perigoso de Pottker.

VAR EM NOITE DISCRETA

O gol de Henrique Almeida gerou certa dúvida, mas a análise não demorou muito para confirmar que o atacante estava em posição legal para empatar o jogo. No segundo tempo, Bissoli mandou para a rede, mas o impedimento foi anotado em campo. O árbitro de vídeo demorou cerca de um minuto para analisar e confirmar a marcação, que era bem clara.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois clubes voltam a campo no sábado (6), pela 21ª rodada do Brasileirão. Às 16h30, o Coelho visita o Juventude. Pouco depois, às 19h, o Leão recebe o Corinthians na Ressacada.

AMÉRICA-MG

Matheus Cavichioli; Raúl Cáceres (Patric), Luan Patrick, Éder e Danilo Avelar; Lucas Kal (Benítez), Juninho e Matheusinho (Iago Maidana); Felipe Azevedo (Pedrinho), Everaldo e Henrique Almeida (Wellington Paulista). Técnico: Vagner Mancini

AVAÍ

Vladimir; Kevin (Renato), Bressan, Arthur Chaves e Bruno Cortez; Raniele, Eduardo (Vitinho) e Jean Pyerre (Jean Cléber); William Pottker, Natanael (Muriqui) e Bissoli (Paolo Guerrero). Técnico: Eduardo Barroca

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Luanderson Lima dos Santos (BA)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Gol: Bissoli, aos 3'/1ºT (AVA); Henrique Almeida, aos 33'/1ºT (AME); Everaldo, aos 24'/2ºT e aos 44'/2ºT (AME)

Cartões amarelos: Everaldo (AME); (AVA)