Agência Estado
De São Paulo
O quinto maior torneio de tênis do mundo, quase um Grand Slam, o Ericsson Open, começa hoje na ensolarada Key Biscayne, em Miami, sem os campeões do ano passado. Tanto o vencedor do masculino, o holandês Richard Krajicek, como a do feminino, a norte-americana Venus Williams, estão fora da competição, ambos por problemas físicos. Nem por isso, a disputa pelo título e os quase US$ 6 milhões em prêmios, será menos difícil e equilibrada. O torneio, o segundo do ano do circuito Masters Series (antigo Super 9) conta com as maiores estrelas do tênis.
O espanhol Alex Corretja, depois de ter conquistado o título de Indian Wells, colocou-se na lista dos favoritos, mas a grande maioria arrisca suas fichas nos astros Andre Agassi e Pete Sampras, com boa cotação também para o australiano Patrick Rafter, além sempre regular russo Yevgeny Kafelnikov.
Entre as mulheres, a briga deve mesmo ficar entre a suíça Martina Hingis e a norte-americana Lindsay Davenport que vêm duelando há tempos pelos principais títulos do circuito. Venus Williams, com tendinite, resolveu adiar sua volta às quadras, enquanto Serena costuma jogar bem em Miami.
Enquanto isso, os brasileiros Gustavo Kuerten (foto) e Fernando Meligeni só devem estrear amanhã, ou o mais tardar no sábado, pois ambos esperam ainda por adversários. Guga vai enfrentar o vencedor da partida entre o francês Arnauld Clement e o norte-americano Chris Woodruff, enquanto Meligeni pega o ganhador do jogo entre o norte-americano Paul Goldstein e o norueguês Christian Ruud.
Além das simples, Guga vai também disputar as duplas. O brasileiro ganhou wild card para a chave principal, ao lado Antonio Prieto, tenista que também vem recebendo apoio do técnico Larri Passos.