Londrina, 29 (AE) - Já eliminadas as seleções sub-23 do Equador e Venezuela se enfrentam amanhã, em Londrina, com apenas um objetivo. Não ser o lanterna do Grupo A do Torneio pré-Olímpico de Futebol. A Venezuela tem apenas um ponto ganho e o Equador nenhum. A partida - marcado para às 15h00, abre a rodada no estádio do Café, que terá Brasil x Colômbia no jogo de fundo.
A Venezuela - considerado o mais fraco do grupo - conseguiu um resultado surpreendete na estréia. Empatou por 1 a 1 com a Colômbia, porém, nos jogos seguintes, não resistiu ao melhor futebol do Chile e do Brasil. Apesar de exigir muito dos adversários, foi derrotada por 3 a 0 nos dois jogos. "Fomos bem em todos os jogos, apesar dos resultados negativos. Agora queremos uma vitória na despedida", disse o treinador Lino Alonso.
O técnico do Equador, Alfredo Encalada, é comedido. "Esperamos dar um bom espetáculo e nos despedir do torneio de forma digna", diz o treinador. Segundo ele, a última colocação do Equador é explicada por varios motivos, em especial, "pela fatalidade e pela má atuação dos arbitros". Na partida contra o Chile ( derrota por 2 a 1), o árbitro marcou um pênalti inexistente contra o Equador, aos 45 minutos do segundo tempo. Ficha Técnica: EQUADOR: Villafuerte; Moreno, Bolivar Gomez, Francisco Gomes e Neicer Rasco; Edison Mendez, Espinoza, Corozo e Justavino; Candelario e Kaviedes. Técnico: Alfredo Encalada. VENEZUELA: Renny Vega; William Pérez, Vielma, Becerra e Duno, Jorge Rojas, Giraldo, Arango e Chacón; Casseres e Noriega. Técnico: Lino Alonso. Arbitro: Saul Feldman (Uruguai). Local - Estádio do Café, Londrina. Horário - 15h00.